A ÚLTIMA LIÇÃO NA VELHA 3D

Deixe um comentário

25/05/2022

Amados!

Os aprovados nesta Escola de Almas na Terceira Dimensão, estão prestes a fazer a sua ascensão para Dimensões superiores. O tempo anda apressado pois uma Nova Terra surge na linha do horizonte. Um longo Ciclo de Provas e Expiações está sendo finalizado. O Grande Mestre Sananda, encarnado como Jesus de Nazaré, há dois mil anos, nos deixou um legado e uma certeza: “Uma Nova Terra surgirá”.

Essa Nova Terra vai fazer parte dos Mundos mais elevados, e não haverá mais dor e nem sofrimento. No fechamento do Velho Ciclo, haverá dois destinos para a humanidade: – os mansos e puros de coração, herdarão a Nova Terra. Já os que não atingiram a frequência necessária para tal, terão que deixá-la, pois a sua consciência ainda não compreendeu todas as lições aqui disponibilizadas. Este é o entendimento da metáfora da separação do joio e do trigo.

Nas últimas semanas, estamos recebendo muitas orientações sobre este final de um tempo. Dentre elas, hoje vou tentar passar para vocês que me acompanham, aquela que mais me chamou a atenção. Dei a ela um título para que o texto possa ser desenvolvido, mas poderia ter dado qualquer outra definição. Vou interpretar como A ÚLTIMA LIÇÃO DA VELHA 3D.

Não sei como é hoje nas escolas que vocês ou os filhos de vocês estudam. Mas no meu tempo de estudante, mesmo aqueles que já haviam aprendido as lições, passavam por uma série de provas no final do ano letivo, a fim de provar que estava habilitado a subir um degrau na escada do aprendizado. Enfim, para testar a capacidade do aluno, e ver se podia ascender para a faixa acima.

Nada é diferente numa Escola de Almas, como a Terra foi até aqui. Fecha-se o Ciclo das consciências limitadas da Terceira Dimensão, e nada mais será limitado como antes, pois na 5D e acima, a consciência estará ampliada largamente. Tanto é que uma mente 3D não consegue nem imaginar a capacidade de uma consciência 5D.

Haverá sim um determinado momento, ou até vários eventos que levantarão os véus definitivamente, e então, um novo panorama consciencial surgirá. Será de fato o momento em que a nossa versão de alma se integrará à sua versão mais elevada. Esta integração, unirá o aprendizado do fractal da 3D com um fractal de Dimensões acima. A união dessas consciências, se somarão a tal ponto que se fundirão em uma só, porém, numa frequência compatível com as Dimensões de 5D até 9D.

A parte da humanidade que está entrando nessa frequência 5D, precisa passar pelo último teste. Precisa de fato deixar para trás as vibrações 3D que ainda estão dentro de cada consciência. Não é apenas um detalhe, mas uma somatória de “pacotes” que fazem parte da bagagem de alma.

Já escrevi em textos anteriores que esses pacotes são emoções, crenças e hábitos da Velha Terra 3D. O medo, a raiva e a culpa, são sem dúvida, os mais pesados. Essa ancestralidade precisa ser curada. Tais energias são empecilhos que comprometem a passagem pelo Portal 5D. Mas há outros que podem ainda ressoar dentro de cada encarnado. E é exatamente ali que seremos testados, como diz o título deste texto.

Vamos à didática para depois colocar em prática. Todos nós que estamos nesta Escola terrana, temos o amparo incondicional dos Mestres Ascensionados e também dos Irmãos das Esferas Superiores entre as Dimensões mais elevadas. Será que tais Amparadores se importam com os diferentes estágios de cada alma encarnada? Será que eles fazem distinção entre um ser mais elevado e um menos elevado? Será que eles colocam os humanos uns contra os outros, pelas diferenças e pelas divergências de qualquer coisa que possa existir aqui, como de fato podemos ver atualmente entre os humanos? O nós contra eles bastante em evidência hoje, será que os abnegados amparadores o praticam em relação aos encarnados?

Então, se os nossos amparadores não se importam com as nossas diferenças, e também não deixam de atender mesmo aqueles que notoriamente já estão reprovados nesta ascensão, é preciso levar em conta que, todos os que farão a ascensão agora, se tornarão também Mestres Ascensos. Ao subir esse degrau, também poderão amparar almas que estiverem em aprendizado em outros Mundos de Expiações e Provas, inclusive, a parte da humanidade que será levada para tais mundos.

Assim fica mais fácil de compreender e deduzir que se você não aceita as limitações do outro agora, como poderá ser um Mestre Ascenso amanhã? Claro que a consciência ainda está se preparando para tal, mas é preciso colocar em prática o quanto antes, pois essa vibração ao permanecer na consciência, poderá impedir até a sua própria ascensão.

Não é preciso compactuar com aquilo que os outros fazem e que ao nosso ver, não é correto. Isso seria uma coautoria de um crime, por exemplo. Mas podemos olhar de forma compassiva, pois o degrau da escada dele ainda está lá embaixo, e nós já passamos por ele faz tempo. Quando vemos que o outro está equivocado, devemos entender que ele ainda não passou por tais lições. Porém, chegará o dia em que ele também estará na porta da ascensão, mesmo que isso demande milhares ou milhões de anos.

Compreender, aceitar, se compadecer pelo atraso do outro, e acima de tudo, não julgar, não ofender e não expor as suas limitações, é sempre um caminho. Já foi mencionado aqui que cada um está cocriando a sua realidade, pois ele ainda precisa disso. Não podemos exigir que todos estejam na mesma consciência, isto é, no mesmo entendimento que nós. Já pensou se os Mestres Ascensos exigissem isso de nós?

Respeito, compaixão e amor incondicional é o tripé que catapulta as almas prontas para a 5D. Compaixão é isso que descrevi aqui. Já o respeito, é não interferir nas lições que o outro ainda precisa aprender. Somente orientá-lo quando ele mesmo solicitar ajuda. Aí entra a solidariedade e a caridade. Entender que ele precisa passar pelas lições qua ainda lhe faltam, é exercitar o respeito sincero.

Também entender que ninguém passa pelo que não precisa passar. Então, quando um familiar ou mesmo uma pessoa do nosso meio, passa por alguma prova difícil, não se revoltar. Ao contrário, entender que ali está uma oportunidade de exercitar o aprendizado até aqui. Lembre-se que estamos nos testes finais. Ver o drama sem fazer parte dele, é uma boa alternativa também.

Respeito não se restringe somente aos humanos, mas em tudo aquilo que há na Terra. Animais, plantas, e todos os demais recursos da Terra, são energias da mesma Fonte da qual viemos. A harmonia entre todos os Reinos e entre tudo o que há, é também o entendimento de que somos todos UM. Quando eu maltrato qualquer coisa, estarei ferindo a mim mesmo. Quando eu poluo a natureza, estarei poluindo a minha própria alma. Por isso somos cocriadores da nossa realidade.

Entender as diferenças, as situações, as dificuldades, os desafio, as dores nossas e as dos outros; saber que para alguém ter um privilégio, é preciso que se tire esse algo de um outro; quando alguém fica com muito, outros ficaram com pouco ou sem nada; desejar privilégios, poder acima do necessário, satisfazer o ego a qualquer preço, destruir ou danificar patrimônio alheio, patrimônio público ou qualquer outro bem que é útil a quem quer que seja, é um atestado de reprovação para a 5D.

Apego desnecessário é sinal de que ainda há muito medo dentro de si, e o tempo exige que seja liberado, pois estamos nos aproximando da grande mudança planetária. Estamos nos últimos degraus da velha 3D.

Um último esforço ainda é necessário, mas esse esforço não está além da capacidade e do limite de cada um. Se você chegou até aqui, você pode! Confia!

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento!

Namastê

adavai@me.comhttp://www.adavai.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.