CARTA DA ALMA PARA A MENTE

Deixe um comentário

25/09/2022

“Querida Mente

Vim, por meio desta carta, esclarecer algumas questões sobre nossa relação.

Primeiro, é melhor que você saiba que sou imortal e por isso não temo a morte. É melhor que você saiba que também, por ser imortal, jamais temerei a vida, porque dela não posso fugir. Então só me resta viver e viver como eu quero. Sei que talvez possa ser difícil para você entender, mas estou aqui para me soltar, ver, aprender, e não para me segurar. Eu não conheço esse medo que habita em você. Sou fruto da essência do universo, faço parte daquelas coisas que são eternas e por isso não me prendo naquilo que sei que logo passa.

Não me entenda mal, só que está na hora de você compreender sua função e parar de interferir no meu trabalho. Assim largue essa pretensão de entender o que eu sinto. O significado dos sentimentos não vai estar nas palavras que você inventa ou nas imagens que você faz. Eles não precisa ter explicação, só uma razão de ser. E essa razão de ser, os sentimentos só encontram quando são vividos e não quando são pensados.

E é bom que escute meus conselhos, pois, enquanto você conta a idade em alguns anos, eu tenho uma eternidade em mim. Já conheci muito andando por esse caminho do viver e se tem uma coisa que conheço são as pessoas. Se você me ouvisse mais, não se deixaria enganar tanto pelas aparências, porque, enquanto você vê o lado de fora, eu enxergo aquilo que vai no íntimo de cada um.

Saiba a sua hora de agir e deixe comigo a rédea das coisas. Pare com seus medos, sua insegurança, seu pessimismo, sua imaginação descontrolada. Quando eu estou no comando, tudo está bem. Entenda que só eu sei conduzir nesse caminho misterioso da vida, já que tenho sentidos que vão muito além da compreensão do mundo. Pois, pra quem não me conhece, muito prazer, eu sou a senhora dos destinos, o sentido de cada ato, o amor de todos os amantes, a eternidade que a morte não ousa tocar, a canção que o universo nunca termina de tocar, o princípio sem fim, a fonte que jorra e nunca seca!

Com muito carinho,

Sua Alma.” (Alexandro Gruber)

@alexandro_gruber

(Transcrito de Despertar o Divino)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.