SEU FOGO É ETERNO

Deixe um comentário

(Mensagem de Jeshua canalizada por Pamela Kribbe)

Fonte: https://www.jeshua.net/channelings/mornings-with-jeshua/your-fire-is-eternal/

Queridos amigos, eu sou Jeshua. Estou entre vocês e permaneço entre vocês. 

No meu tempo, fui precursor do novo, mas agora vocês são os portadores do impulso Crístico, e estão transmitindo esta energia. Ela nasce por intermédio de cada um de vocês e, desta maneira, flui para o mundo. Mas, essencialmente, isto não acontece devido ao que vocês fazem ou falam, mas ao que vocês são, e através do seu coração. Seu coração está aberto. Dizer isto parece mais fácil do que realmente é. Abrir o coração significa ir além do nível da sua vontade pessoal, do seu ego; é chegar a um ponto de entrega no qual você libera o conhecido, a certeza, o controle, e se entrega à corrente que flui por você e o leva a um território novo e inexplorado. Essa corrente é o fluxo do coração. 

O fluxo do coração é inovador e revela atalhos necessários para que a consciência humana na Terra se abra para novos caminhos. Estradas conhecidas são becos sem saída, que levam à decadência e destruição. Pode-se visualizar a consciência coletiva da Terra como uma vasta rede de energias, consistindo em pensamentos, crenças e nas emoções a elas associadas. Entretanto, essa rede tornou-se uma espécie de labirinto, em que muitos becos sem saída foram criados. A consciência na Terra está obstruída por uma energia rígida e masculina que tem controlado a estrutura das sociedades por séculos. Essa energia masculina dominante e rígida tornou-se destrutiva e não flui com a corrente do coração.

O que se vê agora é a intensificação do sofrimento coletivo na Terra, porque a sensibilidade do coração das pessoas está aumentando. É doloroso viver sob o domínio do controle. Isto faz você se afastar da corrente da sua alma, e causa uma sensação profunda de ter sido arrancado da sua própria fonte. Ser cortado do próprio coração, do próprio espírito, do próprio fogo interior, é sempre a principal causa do sofrimento.

Você é um dos que estão atiçando o fogo da consciência coletiva. Isto é algo que você faz devido a quem você é. Não se concentre demais no que deve fazer ou na forma que isso deve tomar; simplesmente sinta esse fogo dentro de si mesmo: o fogo da força, da luz, da claridade. Sinta como o fogo ilumina as velhas estruturas existentes – o próprio fogo está revelando-as. Sua consciência, por sua própria natureza, revela as coisas e, como resultado, é confrontadora e revolucionária. É por isto que você teme o poder do seu fogo e quer escondê-lo. Mas não pode manter seu fogo oculto por muito tempo, pois seu coração está aberto, o que significa que, em algum ponto da longa história da sua alma, você já se entregou àquela corrente. 

Você não pode mais funcionar dentro do fluxo egóico míope de sobrevivência, certeza e segurança. Já faz muito tempo que ouviu o chamado da sua alma, e você quer atendê-lo. É preciso seguir seu fogo interior, caso contrário poderá ficar doente ou deprimido, ou sentir dor em muitos níveis. Nisto reside sua grande coragem: você veio à Terra nesta encarnação, como em encarnações anteriores, sabendo de antemão: “Vou manter meu fogo aceso e seguir em frente com todos os perigos que isto implica”. Você é o fogo neste mundo, o fogo que clareia, purifica e limpa. E Fogo é Luz!

Agora, conecte-se com seu fogo. Comece pelos seus pés, que estão tão perto da Terra. Há fogo na Terra também, há calor no seu centro. A Terra é um planeta vivo, um ser vivente cheio de poder, criatividade e originalidade, e, portanto, cheio de fogo. Vocês pertencem um ao outro – você está conectado com a Terra. Você ama a Terra e a vida aqui, que está sob tanta pressão, neste momento. Conecte-se com o centro, o coração da Terra. Sinta seu calor, seu brilho interior; sinta como ela nutre e molda a vida; a diversidade, a beleza da natureza, os animais e plantas, a incrível riqueza de vida aqui. 

Sinta o fogo dentro de você, seu amor pela vida, e deixe o fluxo da sua energia juntar-se ao da Terra através dos seus pés. Diga “sim” para a Terra! Sinta que sua ligação com a Terra é mais profunda do que sua conexão com a consciência coletiva da humanidade na Terra. Deixe isso de lado e sinta sua conexão original com a Terra, o planeta, e com a alma da Terra. Sua história com a Terra é profunda e de longa data. Você esteve profundamente conectado com a criação da vida na Terra, e é por isto que se sente tão afetado quando vê como a natureza é tratada e quanto foi perdido. Você está profundamente ligado à vida aqui: aos reinos animal e vegetal. Você foi um cocriador da vida aqui quando ainda estava em seu estágio de anjo. Sinta seu carinho e sentido de proteção para com a vida natural da Terra. Sinta como você quer cuidar dela e ajudá-la a florescer.

Sinta também como a Terra o sustenta. Você é bem-vindo aqui, muito bem-vindo! Deixe a Terra saudá-lo. Deixe a energia dela fluir para seus pés, pernas, coxas… até o cóccix. Sinta que está sendo carregado por ela. A Terra é forte e grande; e é consciente. Não se esqueça disto! Ela não é uma coisa indefesa. A Terra quer se transformar, exatamente como você. Neste aspecto, vocês são aliados, parceiros. 

É importante que você entenda isto, porque estar aterrado, ancorado na Terra, pode criar uma sensação de bem-estar, de estar em casa, mesmo em meio à luta para se desenvolver. Para muitos, entretanto, aterrar-se tem sido um problema, devido à sua reação adversa à consciência coletiva – ao pensamento humano na Terra. Mas, com a própria Terra, você não tem nenhum problema para se aterrar, porque está profundamente conectado com ela. Pense nas montanhas, nos mares, florestas… um céu brilhante, uma corça, um elefante, um pássaro… Você ama a natureza em um nível mais profundo do que possa imaginar! 

É importante restaurar esse vínculo internamente, porque a Terra pode nutri-lo e guiá-lo, especialmente nesta época, em que não existem mais certezas. As certezas humanas que lhe foram ensinadas quando criança – carreira, dinheiro, relacionamentos – todas estão ruindo, porque as velhas estruturas estão ruindo. A necessidade de um novo começo está se tornando cada vez mais comovente e óbvia. Portanto, confie em suas raízes no planeta Terra, na consciência dela. Seu corpo é feito da Terra; você vem dos elementos dela; você é uma parte dela, e ela o acolhe. 

Você também dá muito para ela. Com seu fogo, sua originalidade, seus insights – amadurecidos durante suas diversas vidas aqui na Terra – você é um tesouro incrível para ela. A Terra vê em você um guia, um professor, e quer apoiá-lo. O que você precisa fazer – e está fazendo – é sair dessa consciência coletiva que vem ditando as regras há séculos; essa consciência baseada no medo, no controle, no exercício do poder e em falsa autoridade. O que você está fazendo nesta vida de completamento e integração é voltar para a sua alma, para o seu coração. Você está voltando através de todas aquelas camadas de dor e medo, desligando-se daquela consciência antiquada e tornando-se novo. Neste novo vir a ser, você começa a sentir e restaurar sua parceria com a Terra. 

Ao abandonar os pensamentos coletivos de medo, você se torna livre! Você sente que sua vida não é mais ditada por todas aquelas leis sociais que pareciam ser tão verdadeiras. Você é um criador muito mais poderoso do que pensa; muito mais poderoso do que lhe disseram. Olhe intuitivamente para o que a Terra produziu do seu próprio útero – você! Entretanto, quando se afasta do condicionamento coletivo, é possível que sinta um medo intenso, porque, como ser humano, você está programado para querer se ajustar, se adaptar. Você associa seu afastamento com ser rejeitado, isolado, punido. Todos os velhos traumas adquiridos são, por assim dizer, ativados no momento em que você essencialmente sai de todo aquele dogmatismo. 

Mas perceba que não está sozinho. Há muitos com você agora. E não apenas no mundo espiritual, como você o chama – o mundo além do físico, onde existem guias e almas afins para apoiá-lo – mas na própria Terra. Está ocorrendo um processo de despertar na Terra agora, levando mais e mais pessoas a sentir internamente que não conseguem mais lidar com a atual situação; que as está machucando demais; que as está deixando doentes e fazendo-as sentirem-se presas!

Eu lhes digo que vocês são pioneiros. Vocês são aqueles que foram chamados para se desvencilhar da história de quem são. E isto é essencialmente um passo interno. Não se trata tanto do que vocês fazem, do que dizem, ou de como agem, mas de se libertarem de toda a sua história. Libertar-se da sua história é a intenção mais profunda de cada um de vocês e, portanto, sua missão como alma; porque, ao se libertar desse transe coletivo, você abre o caminho para os outros. 

E não precisa fazer nada além disso; o resto acontece por si mesmo – as pessoas reconhecem a sua luz. A diferença entre este momento e os tempos anteriores é que agora está ocorrendo tanta ruptura no velho tecido do pensamento baseado em medo, agressão e controle, provocando tantas aberturas, que a sua luz pode ser reconhecida e conhecida. Você pode continuar a participar da vida terrena, e, ao mesmo tempo, quando seus velhos padrões de pensamento vêm à tona, você está fora do velho caminho. Em certo sentido, você passa a residir em dois mundos. 

Para transformar em realidade o destino da sua alma, é necessário que você se torne livre internamente. Sinta seu fogo interior, o fogo daquele que você é. Para tornar isso visível, imagine que essa consciência coletiva – que está cheia de medos e padrões de pensamentos e crenças negativos – é uma bolha imensa e, dentro dessa bolha, você está presente com seu fogo. Entretanto, pode lhe parecer difícil irradiar esse fogo e manter essa tocha de luz diante de si, pois é possível que se sinta ameaçado pelas energias no interior dessa bolha, que podem assustá-lo, reagir a você ou atacá-lo. Mas, mesmo que se sinta ameaçado, perceba que você é essencialmente inviolável – seu fogo é eterno!

Agora, imagine que você está do lado de fora da bolha, com seu fogo. Aí está você, presente a partir do seu coração! E o que acontece, então? Então, você dança! Você aproveita a liberdade e sua própria energia cintilante e bela! E encontra pessoas que pensam como você – almas afins. Agora existem buracos nessa bolha coletiva, de modo que sempre haverá pessoas observando você e o que está acontecendo aí. Essas são pessoas que estão procurando algo novo e querem saber mais sobre o que você está fazendo. Elas também estão saindo e se aproximando de você, porque o veem como um exemplo. E você não precisa trabalhar para isso; precisa apenas permanecer você mesmo, longe daqueles padrões coletivos de medo. Esta é a sua liderança. 

Não tente influenciar as pessoas, de um jeito ou de outro. Em vez disso, permaneça em seu lugar natural como habitante de dois mundos, e simplesmente cuide de si mesmo e viva confortavelmente. Toda essa ideia de sofrimento e luta é um conceito que faz parte do transe da bolha coletiva. Fique fora disso! Desta maneira, você cumpre sua função em relação aos outros poderosamente e, ao mesmo tempo, sem esforço. O que as pessoas precisam – e também o que a consciência na Terra precisa – é de exemplos vivos, e apenas isto. E sendo isto, você naturalmente atrai para si o que lhe é apropriado… em termos de trabalho, vida diária, estilo de vida. Não é sua função determinar tudo isso a partir da sua própria cabeça – deixe a energia fazer esse trabalho e desfrute sua liberdade. 

Aconteça o que acontecer, no mínimo sua percepção do tempo mudará, assim que você sair dessa bolha. Você estará menos preocupado em planejar e organizar, e perceberá mais uma força atemporal, uma corrente que, todos os dias, cria certos impulsos que o fazem fluir mais livremente. E esta é uma forma muito melhor de se viver. Todos vocês já lutaram e se preocuparam demais; todos vocês buscaram, se esforçaram e lutaram. Aceitem o repouso que merecem. 

Eu saúdo a todos a partir de uma conexão profundamente sentida. Eu estou com vocês; eu nunca os deixei. Sintam meu calor e amor. Vocês estão protegidos. Deleitem-se na Luz!

Obrigado por estarem aqui na Terra neste momento.

© Pamela Kribbe www.jeshua.net 
Tradução de Vera Corrêa  veracorrea46@gmail.com

adavai@me.comhttp://www.adavai.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.