RECEBENDO A NOVA TERRA EM VOCÊ

Deixe um comentário

(Mãe Terra canalizada por Pamela Kribbe)

fevereiro de 2015

Queridos amigos,

Eu sou a voz da Mãe Terra. Eu dou as boas-vindas a todos vocês, a partir do meu coração. Sintam minha presença viva entre vocês: eu estou aqui, com todos vocês! Eu estou literalmente presente nas células do seu corpo. Eu percorro cada pequena célula em seu sangue, seus órgãos, seus membros – eu estou em tudo. Eu compartilho minha consciência com a sua e compartilho esta vida com vocês.

Estejam abertos para mim e sintam meu poder de cura – e levem o tempo que for necessário fazendo isso! Permitam que minha energia flua a partir do chão sob seus pés e suba pelo seu ser. Imaginem o som de “splash” de um riacho e deixem a água pura fluir por vocês, trazendo uma sensação de frescor e renovação em seu ser.

Sintam minha energia percorrendo e subindo pelos seus pés, seus tornozelos e suas pernas. Saibam que vocês são sustentados por mim; saibam que eu cuido de vocês. Eu conheço os ritmos e o compasso da natureza, e vivo conforme esses ritmos naturais e não a partir daqueles criados pelos humanos, conforme o tempo de relógio. Eu sinto o tempo e os ritmos que são gerados a partir do interior.

Antes que eu possa dizer algo sobre a nova era e a chegada da nova Terra, peço primeiramente que você receba o meu amor. Que você me permita ir cada vez mais fundo, dentro de você, a cada respiração. Que você deixe minha energia fluir através de suas pernas até a sua cintura, para que possa sentir que pode descansar e se desprender. Para que possa relaxar profundamente como uma criança que ainda não está vivendo completamente de acordo com o tempo de relógio e os padrões da sociedade. No início de sua vida, um bebê é mais como uma criança da Terra: ele ou ela move-se conforme ânimos e emoções naturais, com os ritmos do dia e da noite, de brincar e descansar.

Permita que a minha energia flua dentro do seu coração. Em seguida, preencha seu peito, seus ombros e seus braços com aquela energia gentil de naturalidade, de ritmo e relaxamento. E, então, deixe essa energia fluir dentro dessa sua pobre cabeça – tão cheia e lotada. Você pensa tanto! E pensar coloca pressão sobre você como um ser natural, como um organismo conectado com a Terra. Sinta como seus pensamentos são como correntes elétricas em sua cabeça, sinta como essa agitação mental constante constringe sua percepção, no sentido de que ela consome muito da sua consciência. Pensando, preocupando, racionalizando; desejando pensar sobre o futuro; planejando, provendo, controlando. Essas correntes em sua cabeça são frequentemente alimentadas pelo medo: uma sensação de ameaça que lhe diz que as coisas darão errado se você não estiver continuamente se esforçando para controlar tudo. 

Imagine agora minha energia, a energia gentil da Mãe Terra, os ritmos naturais do campo, dos animais e das plantas. Visualize como esta energia aflora no topo de sua cabeça, sua coroa, trazendo sossego por lá. Permita que o excesso de pensamentos seja totalmente removido de você e perceba que você não é a parte de você que muitas vezes se identifica com o pensamento excessivo. Se você quiser saber quem você realmente é, então vá – literalmente – com sua atenção e consciência para seu coração e sinta o espaço que existe por lá. Aí, no seu coração, reside o desejo por mais alívio, mais fluidez, mais entrega. Entretanto, ao mesmo tempo, você ficou preso nas garras do medo, que é o agente por trás dos muitos pensamentos na sua cabeça.

Assim, existem duas vertentes em você: os pensamentos atormentadores criados pelo medo do que poderá acontecer no futuro, pelo medo daqueles à sua volta e/ou do perigo desconhecido; e, ao mesmo tempo, há aquele fluxo maravilhoso do seu coração, com um desejo de estar no agora e de se entregar para a vida. Esteja presente agora com a sua consciência e sinta o silêncio.

Seu coração está pronto para o novo. Existe um desejo profundo em todo o seu ser para tomar o próximo passo, para largar o medo que o tiraniza. Este é o chamado da nova Terra. É o meu chamado, pois eu também sinto este desejo. Eu também gostaria de estar com mais paz e harmonia. Eu mesma estou no processo de pleno desenvolvimento, o que significa que eu também aprendo e cresço a partir de tudo que eu experiencio através daquilo que vive sobre mim: os reinos animal, vegetal e mineral, e a humanidade. Eu vivo e aprendo através de você e eu sinto a pressão, o movimento em direção a uma consciência maior e totalmente inclusiva – é inevitável!

Eu estou para mudar e sinto que você deseja vir comigo, porque o tempo de mudança chegou. Tem havido muita dor, muito sofrimento na Terra; uma batalha profunda por parte da humanidade, especialmente com ela mesma. O medo e o autojulgamento afetaram profundamente você, no seu íntimo. É como se você não soubesse mais como viver: a naturalidade sumiu. Você tem que buscar muito fundo, dentro de você mesmo, para encontrar os seus impulsos mais espontâneos, suas inspirações mais profundas, porque você aprendeu a viver na periferia, nas partes externas de quem você é.

É algo realmente triste e eu vejo isso como a maior dor das pessoas: elas aprenderam a ignorar seus impulsos únicos, genuínos. Elas não são mais verdadeiras para com aquilo que vive profundamente dentro delas, no seu ser original, que tem um brilho único para cada um, porque cada um é diferente.

Faz parte da minha missão interior combinar muitas formas de vida neste planeta, de um modo harmonioso. Meu maior ideal é que cada ser, à sua própria maneira, possa permitir que sua luz brilhe e, assim, que todas essas formas únicas de luz sejam agrupadas num lindo conglomerado, uma joia de várias cores. A promessa da nova Terra é que cada um ascenda para seu próprio potencial e que todos estejam perfeitamente corretos, justamente fazendo do seu próprio jeito. Este é o passo necessário para tornar o conglomerado mais completo.

Minha inspiração mais profunda é dar forma a essa promessa, que é a razão pela qual eu lhe peço para acreditar em quem você é, para retornar ao seu próprio centro. Você deseja isto a partir do seu coração e você não quer nada mais do que isso. Entretanto, há vozes do antigo, do medo, que o faz resistir. Vozes que lhe dizem que não deve ser desta forma, que essa não é a intenção; que você tem que se encaixar, se ajustar; que você não deve ser diferente.

Sinta aquela voz do medo por um instante, a energia que quer detê-lo e mantê-lo longe do seu eu radiante. Não analise esse impulso a partir de sua cabeça, mas sinta-o a partir do espaço silencioso em seu coração. Não tente analisar de onde aquela voz está vindo, mas sinta internamente, por um instante, o tom dessa energia e o que ela faz com você. O medo é, muitas vezes, a origem de várias emoções, tais como a necessidade de controle ou poder, de lutar, de ser infeliz ou estar tenso, de modo que você nunca consegue realmente relaxar. O medo é quase sempre a emoção-raiz de todas as outras emoções. Tente olhar para ele com amabilidade, como um fluxo que existe e determinou esta Terra com todas as suas formas de vida. 

Olhe para o medo e você poderá ver uma cor em torno dele, ou sentir uma vibração que emana daquele fluxo de medo. Ao observá-lo conscientemente, você se dissocia dele, você ascende acima dele. Você pode até sentir o próprio medo em seu corpo como o medo que se instaurou em você, em seus músculos, em seu coração, em seu estômago ou sua barriga. Entretanto, quando você conscientemente o observa, algo o transforma. Você diz: “Eu te vejo, medo, mas eu não vou junto com você!” O medo pode se tornar permanente somente se for alimentado, por exemplo, pelos seus pensamentos.

Quando você olha para o medo com um coração aberto, sem querer intervir, você deixa de alimentar o seu medo. Ele ainda irá surgir como um velho hábito que não morre imediatamente: o medo ainda estará presente, repetidas vezes. Entretanto, quando você reconhece esta energia e não vai junto com ela, ela gradualmente retrocede e se apossará cada vez menos de você. Este é o verdadeiro trabalho que você enfrenta, a disciplina que é exigida de você. Não a disciplina de trabalho duro ou de adaptação, mas de uma consciência perspicaz, de permanecer alerta para quando o medo o atinge, de tornar-se maior do que o medo, de aproximar-se mais do seu coração do que da sua cabeça. Retorne novamente para o silêncio de seu coração.

Eu lhe peço, neste momento, para conectar-se com a sua inspiração, a sua luz interior, a peculiaridade interna que você veio trazer à Terra, porque você sabe que terá alegria se expressá-la neste mundo terreno. Sinta a força dessa luz para que ela o envolva, a luz que vem diretamente da sua alma. Enquanto a energia da Terra, o poder curativo da Terra, vem de baixo para cima, você sente agora um fluxo que vem dos Céus, de cima para baixo. Este fluxo é a luz de sua alma. Mas se você não sentir nada, simplesmente permaneça em silêncio; não importa se você não o sente claramente.

Estar presente em seu coração de uma forma aberta é a chave principal: então, haverá mudança! A alma chega até você e pode se apresentar de várias maneiras. Em algumas pessoas será através de meditação, enquanto para outras será quando estiverem praticando uma forma de arte ou fazendo algo de que gostem. O fluxo vem até você porque ele pertence a você; você não tem que criá-lo. Ele já existe e dança ao seu redor.

Agora, imagine que o fluxo chegue até você e você o receba em qualquer forma que ele se apresente. Se você gosta de visualizar, você pode imaginar que sua criança interior vem até você, desta vez com um sorriso radiante e entregando-lhe um lindo presente que simboliza sua luz interna. Permita que os fluxos do Céu e da Terra se mesclem dentro de você. Sua alma é fraternamente convidada a estar aqui, para circular por todas as células do seu corpo, de forma que haja uma dança entre a minha consciência, a Terra, e aquela que é a sua, sua alma.

Quando sua consciência flui através do mundo físico, ela toca tudo: as pessoas ao seu redor, assim como os seres vivos que não conseguem falar e nem se comunicar num nível consciente, mas que ainda sentem tudo. Quando a luz da sua alma está fluindo através de você, você traz uma vibração angélica aqui e você abençoa a vida à sua volta.

Como um ser humano, você tem uma consciência preciosa dentro de você. Mais do que qualquer outra criatura na Terra, você tem um livre arbítrio, uma consciência livre capaz de escolher. É o poder desta consciência – quando está em equilíbrio – que toca todas as criaturas vivas na Terra, inspirando-as e estimulando uma aceleração em seu crescimento. Saiba que não somente você necessita de mim, mas que eu também necessito de você, que a sua consciência me inspire. É através da nossa cooperação que a nova Terra nasce. Eu o convido e dou-lhe as boas-vindas: eu crio alegria em nós!

Muito obrigada.
Terra

(Fonte: https://www.jeshua.net/channelings/receiving-the-new-earth-in-yourself/

@ Pamela Kribbe – www.jeshua.net  
Tradução de Regina Mafoi – rhm09@pm.me 

SOMOS RESPONSÁVEIS PELO MODO QUE USAMOS NOSSO DOM DE VIDA

Deixe um comentário

(Patricia Cota-Robles, www.eraofpeace.org, 14/02/2022)
Vlog 258, https://www.youtube.com/watch?v=rGtTH3IXDRI 

Olá, Querido! Obrigada por se unir a nós para o nosso vlog semanal.

Há muitas décadas, durante minha busca por respostas sobre o motivo de existir tanta dor e sofrimento no mundo, eu me dei conta de que existe uma linha de Verdade permeando as diversas Escolas de Pensamento. Esta linha é conhecida como Lei do Círculo. Esta lei universal revela que, a cada inspiração que tomamos, a cada momento de cada dia, nós estamos utilizando o precioso Dom de Vida que recebemos de nosso Deus/Pai/Mãe. Desde a nossa primeira respiração ao nascermos, até nosso último alento no instante que chamamos de morte, nós estamos usando a dádiva divina do Prana e da nossa Força Vital. 

Agora, o que estamos finalmente nos lembrando através da orientação interior da nossa Presença Eu Sou, é que somos responsáveis pela forma que escolhemos para utilizar nosso Dom da Vida. Isto quer dizer que, a energia que despendemos no que quer que estejamos pensando, sentindo, falando ou fazendo, acaba voltando para nós, para as situações do nosso dia a dia, de modo que experimentaremos os resultados de como usamos nossa Força Vital. 

Em qualquer dado momento, nossa vida está refletindo de volta para nós o total da soma das nossas experiências passadas e de tudo que estamos atualmente fortalecendo com nossos pensamentos, palavras, sentimentos e ações. Isto significa que, ao contrário das aparências externas, nós não somos simplesmente vítimas inocentes das circunstâncias que, sem nenhuma culpa, somos penalizados por coisas que estão além do nosso controle. Pelo contrário! Nós estamos cocriando nossa vida diária a cada hora, a cada inspiração que tomamos. Se não gostamos do que está acontecendo em nossa vida, temos a capacidade de criar a vida que desejamos, ao mudar o que estamos pensando, sentindo e como estamos nos comportando. 

Nosso Prana e Força Vital estão pulsando com partículas atômicas e subatômicas inteligentes e ondas de vida de nosso Deus/Pai/Mãe. Não é apenas irresponsabilidade usarmos nosso precioso Dom de Vida negligentemente; é um sacrilégio! A Companhia do Céu e nossa Presença Eu Sou estão nos relembrando que nossos pensamentos e sentimentos são criativos, portanto tudo o que estamos pensando e sentindo, estamos também fortalecendo, sustentando e trazendo à forma tangível. Agora que estamos tomando consciência deste fato, temos um grau ainda maior de responsabilidade sobre como usamos nossa Força Vital. 

A boa notícia é que devido às mudanças de energia, vibração e consciência que ocorreram nos corpos terrenos de todas as pessoas, desde o nascimento da nova década em 2020, nossa Presença Eu Sou integrou-se totalmente aos nossos corpos terrenos, e agora é capaz de intervir em nossa vida de maneira nova e profunda. Durante o poderoso influxo de Luz que estamos vivenciando, enquanto continuamos ascendendo através do Portal Aquariano, a Companhia do Céu está nos incentivando a ser mais disciplinados na forma que escolhermos usar nosso precioso Dom de Vida. Para nós, que vivemos na Terra, a Lei do Círculo é simplesmente como a Lei da Gravidade. Mesmo que não compreendamos as Leis da Física ou não entendamos exatamente como a gravidade funciona, nós todos estamos sujeitos a ela. É irrelevante se acreditamos ou não na gravidade. Se pularmos do telhado, nós cairemos no chão. É simples assim. 

A Lei do Círculo é como a Lei da Gravidade. Não importa se acreditarmos ou não que, com cada pensamento, sentimento, palavra ou ação que expressamos, uma corrente eletromagnética de energia se irradia de nós para o mundo, como uma onda de rádio ou de televisão, e depois retorna a nós através das experiências da nossa vida diária; pois isto é exatamente o que está acontecendo, cientificamente, ao pé da letra, a cada inspiração que tomamos. 

Qualquer coisa que esteja manifestando-se em nossa vida, que não se baseie no Amor, é uma criação Humana errônea. Essas questões desafiadoras e, muitas vezes, dolorosas, estão retornando a nós através da Lei do Círculo, para que possamos vivenciar o resultado de nossas ações e transmutar de volta à Luz a preciosa substância eletrônica de vida, que nós desqualificamos através das nossas faculdades criativas de pensamento e sentimento. As coisas negativas que estão ocorrendo em nossa vida diária foram deliberada ou inadvertidamente criadas durante nossa jornada terrena, quando escolhemos livremente expressar nossos pensamentos e sentimentos de formas que não se baseavam no Amor. 

Durante este momento cósmico, você, eu e toda a Humanidade estamos ascendendo a novos níveis de Consciência Divina. A cada dia e a cada hora, a Luz de Deus está aumentando sobre a Mãe Terra. Com esta Intervenção Divina, cada um de nós, agora, tem a capacidade de cocriar tangivelmente, em nossas experiências terrenas, os Padrões de Perfeição que estão sendo revelados no Novo Plano de Contingência da Mãe Terra.

Para nos ajudar a realizar isto, a Companhia do Céu está nos lembrando como nosso Deus/Pai/Mãe pretendia que esta Lei do Círculo funcionasse, enquanto estávamos aprendendo a nos tornar cocriadores. Neste ponto do nosso Processo Evolutivo, nós estamos tão habituados a lidar com dor e sofrimento em nossa vida individual e coletiva, que nos é difícil sequer imaginar que houve um tempo em que essas coisas horríveis não existiam. Mas esse tempo existiu, antes da nossa Queda da Graça. 

No princípio, a Lei do Círculo era sempre uma experiência prazerosa, e funcionava de acordo com a Intenção de Deus. A cada momento, nossa Presença Eu Sou recebia de nosso Deus/Pai/Mãe, com gratidão, nosso Prana e Força Vital e insuflava essa luz inteligente através do nosso Chacra Coronário para a Chama do nosso Coração. Uma vez que essa luz inteligente penetrava a Divindade da nossa vitoriosa e imortal Chama Trina, ela era marcada com nosso Padrão de Luz Eletrônica individual. Este Padrão de Luz Eletrônica é único para cada Filho/a de Deus e nos é dado por nosso Deus/Pai/Mãe na nossa criação. É graças a este padrão exclusivo que o universo sabe qual energia pertence a quem, e a Lei do Círculo é cumprida perfeitamente para cada Filho e Filha de Deus. Uma vez que nossa Força Vital foi marcada com o nosso padrão individual, as partículas atômicas e subatômicas e ondas de energia contidas nessa Dádiva de Vida passaram a estar disponíveis para serem usadas por nós, enquanto nos ocupávamos com os afazeres da nossa vida diária, aprendendo a ser cocriadores com nosso Deus/Pai/Mãe. Nós observávamos os padrões de perfeição no Corpo Causal de Deus, e então, com nossa maneira individual de pensar e sentir, usávamos esses padrões e nosso livre-arbítrio para cocriar novos e até então desconhecidos Padrões de Perfeição.

Como ainda não tínhamos cocriado nenhuma criação Humana dolorosa, nós éramos capazes de concentrar nossa atenção exclusivamente em estender os limites do Céu na Terra, como era a intenção de nosso Deus/Pai/Mãe. A cada pensamento, sentimento, palavra ou ação que expressávamos, nossa Força Vital fluía de nós em uma corrente eletromagnética de energia, muito semelhante à maneira que as ondas de rádio e televisão atravessam a atmosfera. Nossa corrente de energia reverberava com qualquer frequência vibratória com a qual nós a carregávamos, dependendo do nosso estado de espírito e de como estávamos nos sentindo no momento.

À medida que a nossa corrente de energia seguia para o seu destino, ela acumulava, durante o percurso, novas energias que estavam vibrando na mesma frequência. Semelhante atrai semelhante. Se, por exemplo, estávamos enviando amor para alguém, nossa corrente de amor magnetizava, para si mesma, outras correntes de amor, enquanto seguia seu caminho. No momento em que nossa corrente de amor alcançava a pessoa na qual estávamos pensando, ela já estava vibrando em uma frequência de amor muito mais poderosa do que aquela que enviamos originalmente. Nossa corrente de amor abençoava a pessoa de acordo com seu Plano Divino, e então, essa expressão amorosa da nossa Força Vital iniciava sua jornada de volta para nós e, finalmente, para nosso Deus/Pai/Mãe, cumprindo, assim, a Lei do Círculo. 

A primeira fase da jornada da nossa Força Vital é chamada de “involução”. A involução da nossa Força Vital começa no Coração de Deus. Em seguida, passa pela Chama do nosso Coração e culmina quando a Força Vital atinge seu ponto mais distante da sua destinação, quando nós a enviamos ao mundo da forma a partir dos nossos pensamentos e sentimentos. Depois que essa Luz Eletrônica Inteligente completa o caminho da involução, ela deve voltar ao nosso Deus/Pai/Mãe, a Fonte de Tudo O Que É.

A fase de retorno dessa jornada é chamada de “evolução”. Involução e Evolução são as atividades duais da Luz que refletem a Lei do Círculo, a Expiração e a Inspiração de nosso Deus/Pai/Mãe. No retorno do Caminho Evolutivo, nossa corrente de amor é magnetizada de volta ao padrão de Luz Eletrônica idêntico, que está pulsando dentro da Chama do nosso Coração. Mais uma vez, na jornada de volta, nossa corrente de amor acumula outras frequências de amor ao longo do caminho. No momento em que nossa Corrente de Amor chega a nós, ela está significativamente ampliada em relação à que enviamos originalmente. Como resultado dessa amplificação, é possível que a energia positiva magnetizada para a nossa expressão original de amor tenha adquirido força suficiente, durante essa jornada, para se manifestar em nossa vida como uma cura, ou um sucesso financeiro, ou uma amizade nova, ou sucesso em nosso emprego, ou uma infinidade de outras coisas aparentemente sem relação com ela. Este é o Potencial Divino de todos os pensamentos, sentimentos, palavras e ações positivos, que expressamos todos os dias. 

Depois que a nossa Força Vital positivamente qualificada volta para a Chama do nosso Coração e nós vivenciamos todas as bênçãos que cocriamos através da nossa Expressão de Amor, nossa Presença Eu Sou é, então, responsável por devolvê-la ao Coração de nosso Deus/Pai/Mãe. Este processo completa a Lei do Círculo. Quando nossa Força Vital é qualificada positivamente, este processo funciona com perfeição. No entanto, se carregarmos a Luz Eletrônica Inteligente da nossa Força Vital com pensamentos, sentimentos, palavras e ações negativos, tudo muda!

A questão importante que os Seres de Luz desejam que contemplemos nesta semana, é o fato de que, quando a substância da Luz Eletrônica Inteligente do nosso Dom de Vida retorna a nós em seu Caminho Evolutivo, ela só pode atravessar a Chama do nosso Coração e voltar ao nosso Deus/Pai/Mãe se estiver vibrando com uma frequência de Luz superior àquela que recebemos originalmente. 

O Amor, naturalmente, satisfaz todas as exigências, assim como acontece com muitas outras coisas positivas que podemos fortalecer com nossos pensamentos, sentimentos, palavras e ações. Mas quantas vezes, todos os dias, nós usamos inconscientemente nosso precioso Dom de Vida dessa Força Vital Inteligente para dar poder a coisas que não se baseiam no Amor ou na Frequência Pura e Perfeita da Luz de Deus?

Querido, nesta semana, continue prestando atenção às coisas que você está cocriando, a cada momento, com seus pensamentos e sentimentos. Pergunte a si mesmo, se eles estão qualificados com Amor e Energia de Luz suficientes para atravessar com facilidade a Chama do seu Coração, em sua jornada de volta ao Coração de nosso Deus/Pai/Mãe.

Deus o abençoe. Espero estar com você novamente semana que vem.

Patricia Cota-Robles, www.eraofpeace.org 
Direitos autorais © 2022 de Era of Peace. Todos os direitos reservados. 

Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@gmail.com