TEXTO DE THERESE ZUMI SUMMER

Deixe um comentário

03/01/22

Agora podemos sentir palpavelmente o aumento das energias. Mas estes também são os dias do começo da ‘separação dos caminhos’.

Do que estamos falando aqui?

É um pouco como quando você está viajando, pode chegar a uma encruzilhada. Você deve decidir qual caminho a seguir: direita ou esquerda ou talvez até o meio.

Agora estamos sendo forçados a tomar decisões em nossas vidas. No fundo, sabemos para onde queremos ir. Se o caminho que leva à Ascensão está nos chamando, precisaremos determinar muito claramente o que podemos ou não aceitar em nossas vidas. A propósito, não há necessidade de estar pronto para escolher o caminho da Ascensão, se você não se sentir preparado para isso. Haverá outras opções positivas disponíveis para continuar sua jornada.

Na 3D, não fazemos essas escolhas facilmente, escolhas que significam se separar de outras pessoas. Para optar por se separar de certos membros da família, amigos ou colegas, muitas vezes passamos muitos anos tentando melhorar esses relacionamentos com todas as ferramentas que conhecíamos.

Foi somente quando finalmente, muitas vezes em um ponto de exaustão, decidimos que não poderíamos mais fazer esse tratamento, que tivemos forças para dizer ‘basta’! Não posso mais permitir que essa ou aquela pessoa retire minha energia, me degrade, me manipule, me use, ou sinta-se obrigado a aceitar a culpa por coisas com as quais não tenho nada a ver”, de modo que o relacionamento pudesse continuar.

Infelizmente, existem pessoas que nunca estão satisfeitas com o que temos para lhes dar. Elas sempre querem mais. Elas também não têm maturidade para dizer “obrigado”. Quando não podemos mais suprir suas necessidades, elas ficam chateadas e jogam a culpa onde não há culpa.

Quando as pessoas ainda não atingiram um certo nível de realmente se conhecerem, ou quando não começaram a assumir total responsabilidade por suas vidas, tendem a projetar problemas no comportamento de outras pessoas que não conseguem entender. Quando estamos dispostos a assumir total responsabilidade por nossas vidas, sempre questionamos, sempre que surge um conflito, se nós mesmos podemos ter alguma culpa nisso.

Por exemplo, digamos que desejamos impressionar outro parente, como algum sogro, poderia ser sogra, cunhada, cunhado e assim por diante. Queremos mostrar a eles que somos dignos de aceitação na nova família. Talvez essa pessoa seja perfeccionista, tenha orgulho da casa, crie bolos incríveis ou cuide de qualquer reparo na casa, etc. Podemos começar a competir com esses perfeccionistas e ir contra nossas próprias necessidades e interesses ou a maneira de fazer as coisas que queremos.

Todos nós fizemos essas coisas. Todos nós tentamos impressionar alguém e isso não é inerentemente errado, a menos que percamos nosso verdadeiro eu neste novo papel, a menos que renunciemos à verdade de quem somos para impressionar o outro.

Às vezes, por mais que tentemos, os outros não podem nos ver por quem realmente somos. Tentamos dar e mostrar amor, mas como a outra pessoa está baseando sua vida em ‘estar certo’, fazendo a coisa certa, seguindo suas regras de existência, ela não consegue ver o amor que tentamos dar. Nós, como Trabalhadores da Luz, nos recusamos a nos conformar completamente a uma “sociedade doente”. Buscamos uma liberdade que eles não podem mais remover o entendimento. Ainda não despertaram o suficiente para começar a ver a verdade — a verdadeira realidade subjacente.

Há muitos anos que muitos de vocês têm a experiência de precisar se separar de pessoas que roubam sua energia, cujas vidas são baseadas em medos e regras que pertencem à antiga 3D. Essa realidade 3D se foi, mas eles ainda não perceberam isso. Muitos estão lutando muito para se apegar a essa realidade, mas simplesmente ainda não conseguem imaginar um mundo onde o medo e o controle não sejam mais necessários. Essa realidade do ‘corona’, os mantém com medo e seu sonho de ‘liberdade’ é poder viver sua vida “normal” novamente.

Algumas das almas das quais “nos separamos” falharam profundamente nos medos e na negatividade.

Mas agora há uma nova separação dos caminhos que estão ocorrendo.

Esta é uma experiência muito mais forte.

Porque a liberdade que sentimos quando deixamos um relacionamento com uma pessoa “sombria” nos diz que “certamente fizemos a coisa certa”. Foi um passo necessário para nossa sobrevivência e crescimento deixar essas pessoas para trás.

No entanto, agora podemos descobrir que há uma ‘separação dos caminhos’ ocorrendo com pessoas que amamos e pessoas que NÃO são “sombrias”.

O que está acontecendo?

Essas pessoas que agora estão teimosamente passando para o lado, se afastando ou jogando/projetando culpa quando o conflito surge, geralmente são pessoas muito boas.

Aqueles de nós que agora estão se movendo rapidamente para 5D, não desejam se envolver em conflitos, de qualquer forma ou formato. Também não queremos “jogar” com os menos maduros, concordando que somos culpados (quando alguém nos culpa de um problema), quando sabemos muito bem que não participamos da criação desse “problema”.

Não podemos mentir, recuar e dizer “OK, a culpa é minha – eu sou o culpado” quando isso simplesmente não é a verdade.

Alguns Trabalhadores da Luz profissionais e proficientes, que parecem ter viajado muito no caminho da auto-iluminação, também podem de repente se comportar de maneiras difíceis de entender? “Por que diabos eles falavam mal de outro Trabalhador da Luz, outro amigo?” Sou avisada de que esse tipo de comportamento triste pode ocorrer quando a pessoa não tem um senso de controle sobre sua própria vida. Infelizmente, eles recorrem ao comportamento 3D que não se encaixa em sua posição e conhecimento.

Após o Evento, essas pessoas da Luz, menos maduras, sim, ainda Trabalhadores da Luz que são, inerentemente, boas pessoas, também passarão por uma transformação. Lentamente, a princípio, mas acelerando mais tarde, elas também aprenderão a assumir total responsabilidade. Elas aprenderão a ver ‘sua parte’ em um conflito. Elas aprenderão a reconhecer que falharam em projetar problemas para outras pessoas inocentes.

Então, o que estou dizendo aqui da maneira mais clara possível é que é muito possível que possamos renovar alguns desses relacionamentos, com algumas dessas pessoas com as quais agora nos vemos sendo forçados a nos separar.

Está acontecendo comigo agora e é uma experiência triste. Portanto, eu sei que isso está ocorrendo na vida de muitos de vocês que estão lendo isso agora.

Não podemos — não importa o quanto gostaríamos de acelerar o desenvolvimento espiritual dos outros.

O fato é que, se tentarmos evitar falar a nossa verdade, se evitarmos dizer “Não, não posso assumir a responsabilidade pelo que você está me culpando”, se, por levarmos adiante o relacionamento, negar o que é verdadeiro e aceitar a culpa que não é nossa, então estamos, de fato, atrasando o desenvolvimento daquelas almas, sem mencionar o atraso em nosso próprio desenvolvimento.

Espero que isso ajude alguns de vocês que estão atualmente experimentando reações surpreendentes de pessoas que não conseguem entender direito.

Não podemos nos dar ao luxo de atrasar nosso processo de ascensão.

Se o fizermos, estamos atrasando esse processo para TODOS!

Tudo o que fazemos, todas as escolhas que fazemos, todos os dias afeta o todo!

Therese Zumi Sumner

adavai@me.com -www.adavai.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.