UM TEMPO PARA CELEBRAR

Deixe um comentário

(Mensagem de Jeshua através de Pamela Kribbe, setembro de 2021)

Fonte: https://www.jeshua.net/channelings/mornings-with-jeshua/a-time-for-celebration/ 

Caros amigos,

Estou entre vocês. Eu sou Jeshua. Amo estar com vocês. Sintam minha presença nesta sala. Sou igual a vocês, sou seu irmão e amigo. 

Gostaria de lhes dizer que este é um momento para celebração. Sei que muitos ainda têm dúvidas e medos a respeito das escolhas que precisam fazer na vida. Mas a consciência Crística está despertando no coração de todos vocês como uma chama. Ela ainda é muito suave e não muito estável, mas está aí, e está despertando. Quando estamos juntos, como agora, e reconhecemos uns aos outros pelo coração, pela alma, isto nos permite acender uma chama em nosso interior. 

Por favor, sintam-me em seus corações. Eu fui muito humano como vocês, portanto não me vejam como um mestre que está acima de vocês. Quero compartilhar sua alegria, suas risadas, bem como sua dor e solidão. Quero estar com vocês em todas as situações. Sintam o abraço de esperança. Vocês podem sentir-se em Casa aqui; podem relaxar agora. Vocês estão se saindo muito bem; são muito corajosos!

Vocês estão percorrendo um caminho difícil nesta vida na Terra, e vou lhes contar um pouco mais sobre esse caminho. Vocês pertencem a uma família de almas que chamarei de Trabalhadores da Luz, e já viveram na Terra inúmeras vezes. A alma de cada um de vocês evoluiu através de muitos e muitos séculos, mas, em determinado ponto, ocorreu uma mudança profunda em seu coração e em sua alma. É difícil resumir essa mudança em poucas palavras, mas tentarei…

Ao iniciar sua jornada como alma individual, você começa a explorar o universo e experimentar a vida, não apenas na Terra, mas em diversos lugares do universo, que é infinito. Mas você também se sente separado do Lar, da Unidade original da qual fazia parte. Portanto, o nascimento como alma individual traz consigo uma dor. 

Nos estágios iniciais da sua jornada como alma, você tenta curar essa dor da separação, olhando para fora de si mesmo. Seu ego tenta adquirir poder, para sentir-se bem e em Casa; tenta adquirir poder e governar os outros, de modo a ter uma sensação de controle, que lhe dá uma paz temporária. Mas, à medida que você segue adiante e evolui, descobre que não existem formas externas de aliviar a dor da separação. No momento em que percebe isto profunda e verdadeiramente, é que você começa a sua jornada espiritual. 

Embora ainda não tenha as respostas, você realmente compreende que elas estão dentro de você e não fora, e é então que se torna um Trabalhador da Luz. Você começa a se desapegar do ego e a se abrir para a consciência do coração, embora durante um bom tempo ainda fique preso no meio – você quer se desapegar da consciência baseada no ego, mas ainda não consegue confiar totalmente na consciência baseada no coração. 

O que está acontecendo agora com muitos Trabalhadores da Luz na Terra, é que eles nasceram com o desejo genuíno e profundo de alcançar a consciência baseada no coração nesta vida. Entretanto, a sociedade atual, como um todo, ainda não deu o salto para a consciência baseada no coração.  

No período da infância, você é bombardeado com informações sobre o que deve ser uma “boa vida”. Você é ensinado a se ajustar à sociedade e atingir os ideais que ela lhe oferece. Enquanto está crescendo e se desenvolvendo, a sociedade imprime em sua mente muitas imagens que ilustram o que é ser uma pessoa de sucesso. Mas, como Trabalhador da Luz, você não se encaixa nesses ideais ou exigências; eles não ressoam com a sua alma. Você se sente diferente, como se não conseguisse ajustar-se ao que a sociedade lhe diz. 

Quando não se identifica com as pessoas ao seu redor, você começa a se sentir solitário e até desesperado. Começa a duvidar de si mesmo e a ter julgamentos negativos a respeito de quem você é; e isto lhe é prejudicial. O aspecto trágico e paradoxal é que você foi destinado a sentir-se diferente na Terra; foi destinado a não se ajustar. Você consegue perceber que está cumprindo sua missão ao ser diferente? Que, com isto, você traz uma nova conscientização para a Terra? 

O que está ocorrendo neste momento na Terra, em escala global, é que o predomínio da consciência baseada no ego está destruindo a natureza e a Terra. A consciência com base no ego é dirigida por uma necessidade de controlar e, portanto, não pode estar em total harmonia com a natureza e outros seres. O ego está sempre ansiando por controle; é como um grande buraco que deve ser constantemente preenchido. E assim está sempre em busca de amor vindo de fora, bem como reconhecimento e sucesso. 

Não estou aqui para julgar este tipo de consciência, porque ela faz parte da evolução da alma, mas estou aqui para lhes dizer que agora vocês se encontram acima disso. Vocês não precisam dar ouvidos às regras e padrões da sociedade que ainda se baseiam na consciência do ego. Por isto lhes peço que mantenham a autoestima e se orgulhem de si mesmos. Vocês são os professores, os portadores da luz para este mundo. 

Sintam o meu apelo. O que estou pedindo é que cada um de vocês simplesmente seja você mesmo – que seja diferente; que compartilhe com o mundo os seus pontos de vista, suas ideias originais, sua intuição. Não tenha medo de rejeição, e não procure reconhecimento externo. Sinta sua força interior, conscientize-se dela. É isto que é necessário neste momento no mundo.  

Aqui temos um paradoxo. Quando lhe peço para ter orgulho de si mesmo, não me refiro ao tipo de orgulho do ego. O que estou lhe pedindo é que se abra para o verdadeiro poder e brilho do seu coração. A maior armadilha para o Trabalhador da Luz, atualmente, na Terra, é sua total falta de autoestima. Ele geralmente se sente solitário e abandonado pela sociedade, e sua criança interior se sente carente de amor e proteção. É por isto que muitas vezes insisto na importância de acolher a criança interior, porque essa é a parte mais vulnerável e mais inclinada a buscar soluções externas. Então, abracem sua criança interior; conscientizem-se de sua beleza, da vibração de amor e compaixão que vocês carregam em seus corações. 

Enquanto estamos todos aqui sentados, sintam por um instante a vibração presente nesta sala, a vibração de suas almas. Sintam a luz e a sabedoria adquiridas durante tantas vidas. A luz que se faz presente agora é a de vocês, não a minha. Eu estou aqui para recordar-lhes disto. E estou aqui para dizer a cada um de vocês que está certo ser diferente, que você está destinado a ser diferente; você é um mensageiro de outra dimensão. 

Você está destinado a ir além da consciência do ego. É claro que ainda tem que lidar com o medo e dúvidas dentro de si, mas possui o entendimento e a compaixão no coração, para se olhar com aceitação. Seja amável e bondoso consigo mesmo. Você está muito acostumado a se julgar, a se criticar! 

Gostaria de encerrar com um pequeno exercício. Imagine que você está segurando uma tocha em sua mão direita, e não está mais escondendo-a. Veja-se no ambiente do seu dia a dia, segurando essa tocha visivelmente diante de si. Agora observe se existe alguma coisa na sua vida que esteja querendo mudar, e que mudaria se você erguesse sua luz dessa maneira. Será algo em seu relacionamento? Ou talvez no seu ambiente de trabalho? Permita que a tocha de luz – que é sua – o guie. 

Nunca se envergonhe desta luz; enxergue-a pelo que ela realmente é. Esta é a sua luz, então o que ela lhe diz? Sinta sua pureza. É uma luz eterna; é a luz da sua alma. Sua alma quer voltar ao Lar; ela quer se libertar da separação. Depois de muitas e muitas jornadas no universo, ela deseja retornar ao centro da Unidade. Ela deseja experimentar a alegria e inspiração de pertencer a esse estado de Unidade. 

Iniciei esta mensagem dizendo que agora há motivo para celebração. Este motivo é que agora existem tantas pessoas na Terra, tantos Trabalhadores da Luz sentindo esse mesmo anseio por Unidade, pelo Lar, que as coisas estão realmente começando a mudar. O propósito da vida de vocês é trazer o Lar aqui para a Terra. Quando alcançarem o estado de Unidade, de entrega à consciência do coração, em suas vidas na Terra, vocês terão atingido seu objetivo. No momento em que forem capazes de manter essa consciência em um ambiente que ainda esteja na transição entre o ego e o coração, vocês serão os professores que estão destinados a ser. Então, sejam os professores que vocês são!

Eu os amo profundamente e estou sempre com vocês como irmão e amigo. 

Obrigado. 

© Pamela Kribbe

Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@gmail.com 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.