O FIM DE UMA ÉPOCA

Deixe um comentário

O FIM DE UMA ÉPOCA

20 abril de 2021

E no meio o Novo brotando…

Estamos no fim de uma Época – a Época da Velha Terra e tudo o que foi criado, escrito, gravado e programado naquela Época. Ela está se desintegrando. De fato, já se foi e tudo existe na forma holográfica agora. Já estamos no meio de uma Nova Época e, portanto, novos começos totais.

Frequentemente quando estamos experienciando o fim, lamentamos a perda de algo que não podemos definir bem ou colocar em palavras. Sim, isso traz um senso de perda, de tristeza e aquele toque de nostalgia às vezes. Sim, é passado. Isso se foi para sempre.

Não importa o quanto tentemos, não podemos trazer a Velha Época de volta, a Velha Terra e a Velha Humanidade.

No entanto, estamos agora no meio de uma nova Criação total e frequentemente isso pode ficar um pouco sobrecarregado, pois agora entramos no novo, porém inexplorado território. Todos estamos no processo de sermos renovados, reinventados e, de fato, geralmente a confusão vai reinar, e com ela, momentos onde perdemos a fé, quando verdadeiramente ficamos com os joelhos trêmulos e quando precisamos fechar os olhos e dar aqueles saltos de fé, mesmo quando não temos ideia do que realmente vai acontecer.

No entanto, no desconhecido, o aparente inexplorado, há caminhos e de fato passos e apoios que irão emergir conforme entramos, portais se abrindo, os quais nunca pudemos acessar antes e com isso, Novas Criações, Novos Começos. Depende de nós nos mover profundamente para os níveis mais altos, com um senso de curiosidade, explorando além do que jamais conhecemos e permitir o senso de aventura entrar e com ele, a inspiração virá.

Sim, seremos desafiados. Sim, por mais que haja esta elevação, haverá momentos também onde vamos achar que algo acontece e estamos de fato sendo puxados para trás de alguma forma e, então, precisamos recuperar nossos passos e, ao recuperá-los, repentinamente encontramos um caminho melhor e mais elevado e somos levantados por mãos invisíveis, mais e mais alto.

Um dia paramos por um momento para recuperar o fôlego – e então olhamos para trás e vemos o quão longe chegamos! Ficamos ali em admiração e maravilhados.

Não nos reconhecemos mais, pois agora somos luminosos e preenchidos com tanta Luz e amor e, de fato, sabedoria – há alegria, de fato!

Alegria inenarrável, pois agora que olhamos para trás, nunca mais queremos estar lá de novo!

Viramos nossa cabeça e agora vemos as infinitas novas Criações diante de nós, damos as mãos a almas semelhantes, verdadeira companhia de alma e agora caminhamos de mãos dadas, ombro a ombro, com alegria e COMO UM, preenchidos com o Divino Interior.

Judith Kusel — Fonte: http://voyagesoflight.blogspot.com/

Roseli Giusti Zahm e Marco Iorio Júnior — Tradutora e Editor exclusivos do Trabalhadores da Luz

adavai@me.comwww.adavai.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.