TEMPOS INCRÍVEIS!

Deixe um comentário

4 de abril de 2021

(Celia Fenn)

Que tempos incríveis em que estamos vivendo!

A energia está fluindo e a mudança está acontecendo… com certeza!

Em meus sonhos, percebo duas realidades. Os primeiros sonhos são os sonhos mágicos e maravilhosos da linha do tempo da Nova Terra. O Novo está nascendo. Na noite passada eu sonhei que estava em uma nave voando sobre o oceano e um dos Elohim (os criadores da forma) estava me mostrando um novo jardim subaquático que estava sendo criado em uma Grade Diamantina. Era muito belo, com muita claridade e pureza, com algas marinhas vermelhas, verdes e púrpuras, sendo levadas pela correnteza.

O segundo sonho era a linha do tempo inferior da velha Terra, eu estava também em uma nave espacial, mas ela era velha e um tanto degradada. Estava repleta de pessoas, algumas perambulando sem rumo e outras empenhadas na perseguição da ganância e jogos de agressão. Sinto-me perdida e insegura porque estou aqui. Nesses sonhos, estou sempre vestida com o meu pijama e ninguém parece reparar ou mesmo me notar, a menos que eu fale com eles. Essa é a velha linha do tempo no processo de desintegração caótica.

Eu sei onde quero estar… no primeiro sonho/linha do tempo em que a magia está sendo criada!

Espero que vocês também me acompanharão?

Amor neste Domingo de Páscoa à medida que a Nova Terra emerge na Consciência Crística!

Celia Fenn

Tradução de Ivete Brito – adavai@me.comwww.adavai.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.