OS RELACIONAMENTOS E O DESPERTAR

Deixe um comentário

Eu não posso fazer você crescer comigo, apenas convidá-lo para vir junto… ‘Diminuir-se para se encaixar’ em relacionamentos com os outros é uma das maiores formas de encobrir a grandeza de nossa alma e manter nossos corações mais fechados em relação à transação de amor íntimo conosco, com os outros e com o Divino. Estas dinâmicas de se diminuir acontecem quando partes de nós se conformam com as expectativas, ideias e papéis dos outros sobre quem somos, ao invés de sermos quem realmente somos.

Ao invés de se diminuir para se adequar para manter o terreno “antigo” e confortável da transação, nós começamos a esticar e desafiar aquele terreno conforme despertamos e nos curamos em mais expressões de nosso autêntico Ser. Tenho visto nas sessões ultimamente que esta percepção de se diminuir para se adequar está acontecendo especialmente durante este período do Covid, polarização política, divulgação/colapso da matrix etc, conforme as almas despertam para uma verdade mais profunda, além da que foram programadas para acreditar.

Quando você compartilha esta verdade emergente com sua família, companheiro(a) e amigos, pode haver muita repercussão, difamação e até o fim de relacionamentos, pois a dissonância de consciências não encontra mais terreno para negociar. Os contratos/acordos anteriores de você ser a ‘ovelha negra’ ou ‘curador para a linhagem familiar’ ou ‘parceiro que está despertando antes do outro’ etc., agora foram superados e ficaram sem chão.

Isto pode ser um processo muito doloroso de perda e conclusão de partes suas, principalmente o Adolescente Interno ou a Criança Interna, com muita oportunidade para sentir aspectos mais profundos de nós mesmos que estavam sendo espelhados e projetados no relacionamento com a(s) outra(s) pessoa(s). Muita vergonha pode surgir em partes quando elas são julgadas duramente por ex-seres amados. Às vezes partes suas podem querer convencer, provar e puxá-los para que eles ‘vejam’ o que você faz como uma forma de proteção e medo de perder o vínculo.

Convidar as almas em sua vida para ‘virem junto com você’ conforme sua alma desperta, vem de uma energia de amor próprio e confiança. Você confia que o que quer que aconteça será realizado por amor para ambos. Você está se movendo para além dos contratos e acordos prévios para novos terrenos crescentes de amor além deles. Você está liderando com o que sua alma deseja para si mesmo, enquanto abre mão do que sabe qual deve ser essa escolha para a outra pessoa. Você está estabelecendo um limite claro sobre como deseja ser visto e tratado e advogando que finalmente requer ressonância em seus relacionamentos.

Isto pode ser muito desafiador até que você tenha negociado com suas partes internas que lutam para se livrar do controle, medo e apego nos relacionamentos. Você só pode convidar outras pessoas e com uma energia amorosa, limpa e pura se estiver convidando a si mesmo e todos os seus aspectos para este terreno de exploração. Então conforme você experiencia isso internamente, pode naturalmente convidar outros para isso também.

Com amor,

Jelelle Awen – Fonte: https://soulfullheartblog.com/  
Roseli Giusti Zahm e Marco Iorio Júnior — Tradutora e Editor exclusivos do Trabalhadores da Luz

adavai@me.comhttp://www.adavai.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.