ENTÃO, O QUE É ESSE ZUMBIDO NOS MEUS OUVIDOS?- 15/04/17

Deixe um comentário

(Celia Fenn)

Estou escrevendo isso porque muitas pessoas perguntaram acerca dos atuais sintomas, e, principalmente aqueles associados aos ouvidos.

Muitas pessoas relataram um aumento naquilo que a medicina chama de “zumbido”, sons de toques e zunidos em um dos ouvidos ou em ambos. Enquanto outros relatam dor nos ouvidos, e, muitas vezes essa dor desce dos ouvidos para os dentes e a mandíbula, ou sobem para a cabeça onde viram tonturas e dores de cabeça.

Isso pode ser atemorizante, visto que essas áreas afetam o nosso funcionamento cotidiano e a nossa capacidade de manter equilíbrio diário.

Todavia, esse processo faz parte da transformação da assinatura energética multidimensional do Corpo de Luz.

A orelha e o ouvido interno estão situados entre quinto, sexto e sétimo chacras, ou, em outras palavras, nessa região de nossa anatomia espiritual que nos conecta às dimensões superiores. Portanto, sucede que à medida que estamos realinhados e religados para nos conectar de modo mais pleno à nossa herança solar e galáctica, entoa, sentiremos as mudanças e os movimentos nessa região.

 

Arcanjo Miguel me orientou a olhar para uma imagem do ouvido, a fim de explicar o que está acontecendo com os nossos corpos nesta transformação. Se olharem para o ouvido interno, vocês vão ver um órgão, chamado cóclea, que tem a forma de uma espiral. Esse órgão é o responsável pela tradução dos sons recebidos em impulsos que podem ser enviados ao longo das vias neurais para o cérebro, e serem ouvidos e compreendidos. Mas, nas dimensões superiores, a cóclea também atua como uma “antena” galáctica, que consegue receber os sons /sinais das dimensões superiores.

Existe uma espiral coclear em cada ouvido, e elas trabalham em conjunto para facilitar a função da audição do corpo. Porém, em termos espirituais, a cóclea do ouvido esquerdo trabalha com o hemisfério cerebral esquerdo para receber e ancorar as informações que têm a ver com a vida na Terra, enquanto a cóclea do ouvido direito recebe e traduz as informações do nível galáctico que se conecta aos reinos espirituais e místicos.

Ambas estão conectadas ao sistema nervoso e ao cérebro. Contudo, os impulsos que ativam a espiral da cóclea no nível da consciência superior são transmitidos via glândula pituitária e em seguida para a cóclea através de diversas vias neurais e meridianos de luz. Isso quer dizer que quando os códigos galácticos de luz estão sendo transmitidos de modo muito forte, através das ondas de radiação solar e galáctica, então, a glândula pineal é ativada mais fortemente e da mesma forma, naqueles que estão prontos, a cóclea começa a vibrar com as mensagens da Linguagem de Luz!

Em uma pessoa equilibrada, a ativação das espirais da cóclea esquerda e direita garante que haja equilíbrio, tanto literal e emocional quanto mental e espiritual. Em nossa cultura planetária, estivemos muito “fora de equilíbrio”, com o hemisfério cerebral esquerdo sendo fortemente ativado enquanto que o hemisfério cerebral direito não. Vivemos em uma sociedade de hemisfério cerebral esquerdo, em que se dá pouca importância às atividades e funções do hemisfério cerebral direito, a começar pelas escolas e prosseguindo na vida adulta.

Desse modo é que quando a cóclea do hemisfério cerebral direito começa a vibrar em harmonia com as transmissões do Código de Luz da espiral galáctica, vocês começam a “ouvir” as transmissões que não ouviam anteriormente. Isso pode simplesmente parecer “barulho de fundo” nesse momento, visto que o seu cérebro não tem ideia de como interpretar isso em uma “linguagem” significativa. Mas, como e quando vocês começam a trabalhar com o hemisfério cerebral direito e a expandir-se para dimensões superiores mágicas, essas transmissões começarão a assumir uma forma e um significado.

Vocês podem começar a expressar a Linguagem da Luz por meio da pintura, música, poesia ou qualquer outra atividade do hemisfério cerebral direito que vocês tenham facilidade para expressar o fluxo dos Códigos de Luz Galácticos.

Esse é um dos motivos pelos quais tantas pessoas estão se sentindo fora de equilíbrio no momento. A dependência ao hemisfério cerebral esquerdo está se tornando tão desequilibrado que as pessoas correm perigo de passar para a energia “sombria” do hemisfério cerebral esquerdo, com paranoia, psicose e depressão, Assim, muitas pessoas podem não ter ideia de por que estão de repente se sentindo deprimidas, ansiosas, paranoicas e talvez até psicóticas. E, porque isso está tão difundido, mesmo que vocês não sintam em si mesmos, podem senti-lo, vindo de outras pessoas com quem vocês interagem.

Obviamente, este é um momento desafiador em nosso processo de transformação. Precisamos simplesmente reconhecer o que está acontecendo e trabalhar para trazer o equilíbrio. Ativem a cóclea do hemisfério cerebral direito com atividades criativas, com mágica, arte, dança e música. Sonhem e dancem, pintem e escrevam, vejam os padrões e a magia em todas as coisas. Não se deixem aprisionar pelo lado sombrio da “espiral descendente” do hemisfério cerebral esquerdo. Todos nós precisamos da espiral descendente para que nos ancoremos em um relacionamento saudável com a Terra, mas quando isso está desequilibrado, então, se torna patológico.

Preciso dizer também que constatei que eliminar laticínios da dieta pode     ajudar neste momento, se ocorrer dor de ouvido. Os laticínios provocam um acúmulo de fluidos nos ouvidos, e se já houver pressão nessa região, isso pode causar dor. E, quando a glândula pineal está muito ativa, essa dor pode ficar intensa.

Portanto, queridos amigos, acho que este é o momento de “prestar atenção” e começar a ouvir essas novas transmissões que estão chegando. Estou trabalhando com pintura e as transmissões da Linguagem da Luz fazem parte do que estou fazendo agora.

Mantenham o seu equilíbrio, tentem ficar fora do drama e da paranoia, e gastem tanto tempo quanto puder no mundo criativo do hemisfério cerebral direito.

Em breve, nosso Planeta vai redescobrir que a magia e a criatividade são as Chaves do Tempo, e que quando compreendemos o Tempo e como trabalhar com ele, criaremos um mundo muito diferente em uma Linha de Tempo muito diferente. A Cave está em nosso íntimo, assim com é acima, é abaixo. Temos o nosso “Transmissor Galáctico” que está agora online.

Direitos Autorais:

Celia Fenn – http://starchildglobal.com

Tradução de Ivete Brito- adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s