LUA CHEIA EM ESCORPIÃO 21/22 ABRIL 2016 – INTROSPECÇÃO: O CAMINHO PARA A AUTO-ILUMINAÇÃO

Deixe um comentário

(Natalia Alba)

Este reflexivo mês de abril está nos ajudando a estabilizar e ancorar – agindo como um portal com o próximo mês – e resgatar a clareza necessária, enquanto continuamos produzindo novas criações da alma, que começam a vir à vida. É por isso que neste momento, também temos cinco planetas retrógrados – Mercúrio (no fim do mês), Marte, Saturno, Plutão e Júpiter – para nos ajudar a avaliar as sementes que estamos cultivando a partir do nosso interior, antes de agir de modo impulsivo. Para integrar este novo nível de conscientização, em que estamos acessando o Sol – o nosso aspecto cósmico que representa o nosso Eu Superior – que está também ativo, enviando-nos novas ondas da consciência solar para nos interiorizar, desfazer o velho e acolher os novos caminhos que nos estão sendo demonstrados.

Para culminar com este período de introspecção e de renovação, em 21 e 22 de abril, temos uma potente Lua Cheia a dois graus de Escorpião, lembrando-nos novamente de que o único meio em que podemos realmente encontrar a luz e toda a orientação que estamos tão ávidos para ver, é sempre por navegar em nosso domínios internos. É aí que começamos a abrir os portais para as dimensões superiores, que nos permitem visualizar possibilidades e realidades diferentes. O cosmos sabe que somos seres impulsivos, seguindo nossos temores humanos primordiais, e como tal, muitas vezes tendemos a agir sem avaliar toda a perspectiva a partir de um lugar de Sabedoria Superior e Amor Divino. E, embora precisemos temer e ser pacientes, o nosso eu humano quer apenas criar e agir quando não é o momento certo.

É por isso que somos convidados a criar a partir de dentro, agora, desde um plano anímico, em que possamos observar o impacto que cada simples coisa que manifestamos terá em nosso mundo e no Todo. Visto que cada simples palavra, pensamento e sentimento contam, e é importante que, como criadores conscientes, primeiramente obtenhamos um insight claro do impacto que nossas criações podem ter, antes de reclamar, quando obtivermos resultados físicos que possam não ressoar com aquilo que desejamos realmente.

Um dos eventos cósmicos mais importantes neste momento de Lua Cheia é o Grandioso Trígono da Terra em nossos céus, formado por: Mercúrio em Touro, Júpiter em Virgem e Plutão em Capricórnio. Para mim, tudo isso se refere à auto-regeneração/iluminação, bem como é uma oportunidade para ancorar a abundância e a estabilidade em nosso plano tangível. É um momento maravilhoso para direcionar todas as nossas visões para o físico, visto que esse Trígono vai apoiá-las e ajudar a nos ancorar no elemento terra – essencial ao nosso processo de ascensão, visto que estamos aqui para fazer descer, à medida que continuamos a relembrar e a purificar mais as antigas camadas do eu humano e do corpo físico.

Já estamos, desde 19 de abril, com o Sol no signo terreno, Touro. O segundo signo do zodíaco, regido por Vênus, o planeta da beleza e da abundância, também nos oferece a dádiva de criar o novo Céu na Terra, ao nos conectarmos com a natureza, honrando nosso reino físico e usufruindo de quem somos e de nossas criações. Touro, juntamente com este Trígono terreno, vão começar a abrir os portões energéticos para que comecemos a nos ancorar e nos tornar Um com Gaia, bem como os nossos desejos no físico – fazendo descer todas as visões internas que recebemos desde esta Lua Cheia em Escorpião para o nosso plano físico.

Visto que Lua Cheia ocorre em um signo de água, com cinco planetas retrógrados, e os elementos fogo e terra em participação conjunta, estamos sendo convocados a nos retirar para as profundezas do nosso ser e refletir acerca do lugar em que estamos em nossa jornada, e o que realmente merece a nossa preciosa energia e atenção – enquanto nos tornamos uma pessoa nova a cada momento, e assim, também, com aquilo que ressoar conosco. Criar união entre essas Forças diferentes, visualizando o que realmente É, e acolhendo todas as revelações acerca de nós mesmos e de nossa vidas, é outra dádiva desta reveladora Lua Cheia em Escorpião, uma vez que nos ajuda a concluir um ciclo, ao mesmo tempo em que criamos novos inícios, com apenas aquilo que nos nutre, que nutre a nossa alma e o nosso ser, à medida que sabemos mais, porque estamos abertos para receber e preparados para escutar a Verdade, o que faz parte de nossa ilusão humana, e o que é verdadeiramente oriundo de um desejo puro da alma de cocriação consciente e de liberdade.

Outro importante aspecto deste momento de Lua Cheia é Vênus, fará conjunção com Urano, e um trígono com Plutão, o planeta do poder. A Deusa do Amor é um ser soberano. Ela não é controlada por nada nem ninguém, mas por si mesma. Permanece firme em seu poder, ela transforma – libertando-se do que a escravizar – e encontra um parceiro igual com quem possa cocriar, a partir de um lugar de igualdade e integridade. Ela os convida a se perguntar: Vocês estão ainda apegados a outras pessoas, apenas porque estão com medo de encarar os próprios vazios e sombras? Ou vocês já são seres soberanos experimentando reuniões e situações divinas, que estejam alinhadas com a jornada da sua alma? Temos agora um tempo maravilhoso para nos perguntar o que ainda estamos recusando liberar e o que estamos desfrutando, a partir de um lugar de liberdade total e de Amor Divino, como seres soberanos que somos de nossa experiência de vida.

A Lua Cheia de Escorpião abre um acesso interno para todos esses sentimentos ocultos, de que podemos não estar conscientes ainda, como é um signo de água, e, consequentemente, muito intuitivo, que nos orienta para os cantos mais profundos de nossa alma, que ainda não percorremos, e que concordamos em trazer para a superfície, de modo de possamos aceitar o que podemos encontrar internamente,   como sendo também uma parte de nosso precioso ser, em vez de apenas meras sombras, que o nosso eu humano não quer olhar e, portanto, rejeita acolher e integrar.

O signo fixo de Escorpião é regido por dois dos mais importantes planetas: Marte e Plutão, que estão retrógrados. Marte nos dá a energia ígnea do guerreiro de que precisamos para dar início às mudanças apropriadas em nossas vidas, enquanto Plutão – um planeta que diz respeito à regeneração, à transformação e ao renascimento – ativa as mudanças que precisam ocorrer para que transformemos tudo o que não funciona mais em nossas vidas. Como ambos os planetas estão em movimento lento, eles nos fazem lembrar de que, primeiro, toda essa transformação interna tem que partir de dentro, obtendo a orientação adequada daquilo que realmente desejamos, até que estejamos verdadeiramente prontos para criar os próximos passos de nosso caminho.

Marte e Plutão retrógrados nos dão a coragem para dissipar nossas lutas internas e     o que não é necessário de dentro de nós mesmos, primeiro, visto que, às vezes, todos os conflitos externos podem simplesmente estar refletindo os internos. Ambas as forças nos convidam a sermos cuidadosos com o nosso fogo interior, e apenas colocar nossa Força Vital única onde for apreciada – ao manter interações conscientes – e lembrando-nos de que o poder verdadeiro de um guerreiro não reside em lutar ou em convencer alguém, mas em permanecer firme em seu amor/poder, independentemente de como o exterior possa parecer no momento. Não podemos controlar os demais, nem podemos controlar as condições, mas podemos sempre controlar e decidir como reagir ao que eles nos oferecem.

A Lua Cheia de Escorpião nos traz novos insights acerca de nossa jornada exclusiva – se escolhemos nos interiorizar e utilizar a energia intuitiva de Escorpião, para descobrir o que podemos transmutar e regenerar. A energia de Escorpião pode ser sutil, mas é sentida fortemente, visto que ilumina tudo o que está profundamente oculto em nosso âmago, e que deve ser trazido à baila para ser curado e libertado. Portanto, podemos canalizar toda a força de Escorpião para a cura apropriada que precisamos para nos regenerar das feridas do passado. Trata-se de um momento ímpar para olhar em nossos corações e ver o que está impedindo-nos de tomar de volta o nosso poder, como seres soberanos que, em Essência, somos e deixar que a luz entre para desfazer todas as ilusões humanas, que nos impedem de acolher o nosso verdadeiro potencial e expansão natural, que estamos aqui para experimentar em nosso caminho anímico evolutivo.

A introspecção é sempre o único caminho para a auto-iluminação e a regeneração, visto que não existe ninguém nem nada fora de nós mesmos que possa lançar luz em nossas ilusões e sombras. Ao nos interiorizarmos, vemos a Verdade de nossa beleza, como seres divinos, afastando-nos da percepção humana – que temos de nós e de Todos – e nos tornando seres conscientes das próprias ações, que não tem nada a ver com o fato de ser superior ou mais especial do que os outros, mas para honrar e respeitar a centelha do Divino que Todos somos na Essência, e nos afastar daquilo que retira o nosso poder.

Quando nos tornamos seres soberanos – não culpamos ninguém, amamos a Todos, simplesmente não deixamos que ninguém comande nossa vida, senão o nosso Eu Superior, que é o que esta Lua Cheia nos convida a fazer. Sabemos que não precisamos de ninguém para preencher o que, para o nosso ser humano, é um vazio, mas ao mesmo tempo, acolhemos Todos, percebendo que não podemos trilhar este caminho sozinhos, já que somos sempre Um ajudando-nos mutuamente a nos lembrar. Às vezes, temos que ir para dentro a fim de nos lembrar de quem somos e de quem nos tornamos, à medida que esta jornada humana pode nos fazer esquecer disso. E, com esta Lua Cheia em Escorpião, o tempo para nos interiorizar chegou, visto que, junto com Marte e Plutão nos ajudam a direcionar todo o nosso fogo interno, para queimar o que não estiver alinhado internamente, antes de fazer isso de modo impulsivo em nosso mundo tangível.

Desfaçam o que os tornam mais densos do que vocês são de fato. Utilizem o seu poder interior para permanecer firmes em seu caminho, sem julgar ou condenar as outras pessoas – simplesmente sigam o seu caminho como seres conscientes fariam – com integridade, responsabilidade pela própria experiência de vida e compaixão por Todos. Percebam que tudo é mais precioso visto que vocês/Todos existem, compartilhando e ajudando neste maravilhoso caminho com os seus exclusivos e maravilhosos dons.

Não temam o desconhecido, acessem-no e tragam uma conscientização superior a partir de tudo o que lhes foi revelado, enquanto caminharam nas sombras, visto que vocês não as julgam mais e estão agora prontos para acolher e integrá-las. E lembrem-se, enquanto vocês estão sob a ilusão do seu ser humano,   de como as coisas deveriam ser – nada ou ninguém se perde para sempre, estamos sempre nos encontrando uns com os outros nesta espiral interminável de Amor/Luz em que navegamos – como deve ser no Tempo Divino para Todos.

Eu lhes desejo uma Lua Cheia em Escorpião abençoada e reveladora, amados!

Com amor e luz, sempre,

Natalia Alba.

Direitos Autorais:

Natalia Alba – http://www.starseedsoul.com/

Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s