AS ENERGIAS DE JANEIRO 2016 – 04/01/16

Deixe um comentário

(Natalia Alba)

Feliz Ano Novo, meus queridos!

Acabamos de deixar para trás todo um ano de automestria, que nunca termina, e autoanálise, para começar um novo ciclo, em que toda a sabedoria obtida durante o ano passado, bem como todos os desafios a superar – dádivas – deveriam descer agora para o nosso ser e Plano físicos. Este é para mim o Ano da Sabedoria. O ano em que transcendemos muitas crenças limitadas e começamos a incorporar aspectos   superiores da Verdade. Um ano em que mais almas entrarão para esse caminho de recordação da alma e cocriação consciente, lembrando-se mais de quem são verdadeiramente na Essência, e rompendo com o antigo e ilusório sistema humano, que lhes era inconsciente. Nós somos as sementes da consciência da Nova Terra. Agora alteramos os antigos padrões, criamos novos, alinhados com a nossa nova frequência, e sem olhar para trás e ativar as antigas frequências. Abençoamos tudo e todos que compartilharam o nosso caminho até este momento do Agora, e começamos a nos tornar cocriadores conscientes, que não optam mais por participar naquilo que pertence ao passado e, portanto, não mais existe.

O ano de 2015 foi um Ano Universal 8. Entramos agora em uma frequência universal do ano de número 9. Números são vibrações, e, assim como os planetas, eles representam aspectos externos do que somos internamente. Todos nós nos movemos na mesma direção na eterna Espiral da Criação, todos nos movemos juntos para as oitavas superiores do amor. O número 8 foi uma mensagem de mestre do nosso self humano para liberar todas as ilusões humanas. O trabalho interno foi essencial se desejamos realmente manifestar uma nova vida no físico. Neste Ano Novo, o número 9 representa o clímax, o término de um ciclo, ao mesmo tempo em que um novo começa. Estamos agora prontos para usufruir não só todas as recompensas de todo o nosso trabalho interno, como também dar boas vindas aos novos começos. Como términos e começos estão sempre ligados, e todos os términos são apenas transições para um novo lugar de sabedoria e amor mais elevados, que ressoam com tudo o que se integrou durante esses intensos últimos meses .

Em um nível cósmico, começamos janeiro com Mercúrio em Aquário até 5 de janeiro, em que Mercúrio tornará a ficar retrógrado, e no dia 8 de janeiro, entrará no signo de Capricórnio. Essa é uma dádiva cósmica, visto que estamos em um Ano Universal 9. Para nos movermos em uma perspectiva mental, enquanto Mercúrio está no signo de, Aquário, o aguadeiro, avaliamos quais são os padrões mentais fixos que ainda temos que liberar e libertar de nossos planos mental e emocional. Vocês podem escutar o silêncio no ar neste momento? Está lhes dizendo algo que vocês podem ouvir apenas acaso se voltarem para o seu interior, escutar atentamente, porque o silêncio suporta toda a sabedoria de que vocês estão tão ávidos. Aquário rege a liberdade, deixem que os seus pensamentos fluam livremente por vocês, sem julgamentos, tornem-se a eterna Presença atrás deles e discirnam se vocês estão apegados às crenças limitadas que somente os levam a repetir as mesmas antigas ações, e, consequentemente, as manifestações que vocês costumavam ter no velho modo. Tratem-se com respeito, se assim for, todos nós precisamos de um tempo para deixar de lado o que o nosso self humano se recusa a libertar. Tudo serve ao nosso caminho e os outros e tudo vêm sempre no Tempo Divino.

O guerreiro Marte está no signo de Escorpião desde o início do mês. Essa é uma energia muito poderosa, porque, embora eles dois possuam uma frequência totalmente oposta, dançam como um, para nos dar as energias de transformação e renascimento. Marte possui uma energia ígnea, ao contrário, Escorpião, um signo de água, rege nossos domínios internos. Trata-se de um signo muito regenerativo, que, por meio da alquimia interior, libera e transmuta tudo o que não nos serve mais, ao criar a energia de cura adequada e necessária em nosso ser interno. É regido por Marte e Plutão, portanto, a energia potente de Marte pode ser direcionada para nos curar mais das velhas limitações que, às vezes, nos impomos e que não somos capazes de ver claramente. É hora de ficarmos quietos, o que não é a mesma coisa que parar toda a ação física, de modo que possamos perceber se há algo em nosso interior que ainda tem necessidade de ser libertado e transformado pelo poder do amor e do perdão.

Mercúrio ficará retrógado no signo de Capricórnio no dia 5 de janeiro. Junto com Sol, neste mesmo signo cardinal e de terra! Capricórnio é regido por Saturno, que gosta de organização e constrói estruturas sólidas em nosso mundo tangível. A energia de Capricórnio vai reinar durante todo este mês, visto ser este um mês para criar estabilidade e abundância a partir de dentro e de fora. É um convite para que examinemos se criamos os recursos físicos de que precisamos para nos sustentar em nosso plano físico, ou se ainda mantemos uma frequência de carência internamente. Nós, as Almas ascendentes, sabemos que não se trata somente de nos tornarmos Um com a nossa parte que pode visualizar outros planos de existência e dimensões, mas também acerca de estabelecer o equilíbrio adequado entre esses dois estados de ser, visto que a verdadeira mestria só é alcançada ao trazer todas as nossas criações e visões internas para a nossa parte física, ao experimentar um reino denso e ajudar, ancorando em nossa realidade humana, a nossa Luz singular.

É um grande momento, após essa intensa temporada de férias, começarmos a refletir acerca de nosso mundo tangível, que é sempre Um com o nosso mundo não-físico, que estabelece um equilíbrio perfeito entre o nosso mundo etéreo e o nosso mundo físico. Na Nova Terra não nos separamos mais, nos unimos, não tememos Mercúrio retrógrado, porque sabemos que é uma frequência que nos recorda simplesmente de nos tornar observadores eternos e ver que aspectos de nós mesmos e da vida deveriam ser transformados, purificados ou sanados. Reconhecemos que Mercúrio está retrógrado apenas sob a perspectiva humana, visto que se trata de uma ilusão, assim, não concentramos a nossa intenção no temor das forças externas, que estão aí apenas como outra forma de consciência experimentando o próprio caminho através da Criação. Escutamos as suas mensagens e compreendemos o que realmente são, e não o que a nossa mente humana quer nos fazer acreditar. Aproveitamos essas forças e criamos a partir de dentro algo que vai nos beneficiar e a todos. Não negamos o nosso aspecto que é humano, nós o sustentamos, bem como os nossos veículos físicos, mas distinguimos o que é real da outra forma das ilusões. Perguntem-se se vocês estão manifestando, como os criadores que vocês são, todos os recursos necessários para vocês experimentarem esta vida física como seres abundantes que são. É isso que Mercúrio retrógado, em Capricórnio, nos convida a refletir neste momento.

Neste momento, temos também as energias de Saturno/Urano em quadratura, reinando nos céus. Essa quadratura mostra-nos como também dominar a arte de trazer para a forma os nossos sonhos e os desejos da nossa alma. O início do ano será governado por muita energia de ar e terra. Está na hora de sair de nossos domínios internos e começar a aplicar todo o conhecimento que descobrimos em nosso interior, em todos os aspectos de nossas vidas. Isso é também ser Um com as mensagens que Mercúrio em Capricórnio nos dá neste momento. Trata-se de trabalhar com o nosso criador interno para manifestar tudo o que for necessário para termos uma vida abundante e estável, que nos sustente em vez de polarizar para o nosso lado não-físico.

Outro importante evento cósmico é Júpiter retrogradando no grau 23 de Virgem, de 8 de janeiro até maio. O planeta da expansão nos lembra de que a abundância e todas as formas de amor vêm quando nos expandimos, primeiramente a partir de nosso interior, deixando de lado tudo o que bloqueia esse fluxo interminável de abundância e graça para o nosso ser e nossas vidas. Júpiter nos convida a incorporar os novos aspectos da nossa alma. A retrospecção interna é essencial para vermos, sem as ilusões e apegos humanos, que não estamos permitindo em nossas vidas apenas porque tememos o desconhecido. Júpiter em Virgem, faz-nos avaliar em que podemos estar a serviço, sem nos esquecer dos próprios eus, e isso nos faz querer saber se estamos ajudando com amor e compaixão divinos ou se estamos ainda interferindo no caminho dos outros, que pertencem ao velho, ou se finalmente percebemos que apenas ao mudar a nós mesmos é que podemos ajudar a todos. É um momento maravilhoso para criar pureza interna e manifestá-la também no exterior.

Crescimento, discernimento em todos os aspectos de nossas vidas, principalmente naqueles relacionados com o lado material de nosso Plano, assim também em nossos relacionamentos, é importante examinar neste momento. Este é o primeiro mês deste ano, o que cria o espaço interno adequado em que podemos navegar para nos tornar Um com a nossa Alma, visualizando quais são as coisas que agora deveriam ser alteradas, a fim de criar algo que nos ajudará mais em nossa jornada única, assim como aos outros, é vital. Escutem o som da Criação dentro de vocês, após todos os barulhos externos durante o Natal, acolham a voz interna e estejam prontos para continuar liberando o que for necessário, para que vocês tragam para a luz o que é puro e que esteja alinhado com quem vocês se tornaram durante o ano passado.

No dia 9 de janeiro, em um ano Universal 9, teremos uma lua nova de terra, também a 19 graus de Capricórnio, que reduzido é um número 10/1! Términos e novos inícios estão flutuando nos domínios invisíveis, aguardando que os ancoremos em nossa realidade. O cosmos está claramente nos convidando para avaliar, alterar os remanescentes do velho e começar a manifestar algo novo e tangível que vai nutrir o nosso ser físico e as nossas vidas. A luz da lua ativará a frequência da mudança, e, portanto, a manifestação após um período de mudança interna para criar conscientemente, em vez de agir de modo impulsivo. É o momento perfeito para trazer à luz tudo o que necessitamos para o nosso domínio humano, não apenas material, mas também novos companheiros que nos acompanharão durante este Novo Ciclo. É um momento perfeito para estabelecer as estruturas que nos farão seres prósperos no físico durante o resto do ano, movendo-nos das profundezas de nosso ser interior para o nosso plano mental, assim, quando essa estimulante lua nova vier, estaremos prontos para trazê-la para o nosso plano terreno.

No fim do mês, o Sol sairá de Capricórnio para o signo de ar, Aquário. Quando o Sol deixa brilhar a sua luz em Aquário, um signo fixo e de ar, trata-se de uma mensagem para que nos livremos das restrições que nos impedem de fluir plenamente com tudo e começar a cultivar o nosso aspecto que ajuda os demais a partir de um lugar puro de amor e serviço altruísta. Vocês podem estar conscientes da parte de vocês que é um aspecto individualizado da Fonte, ao mesmo tempo que podem também se tornar Um com a humanidade, e ajudar o coletivo, ao ser sua expressão singular do Divino, por compartilhar os dons da própria alma e deixar brilhar sua frequência exclusiva onde quer que se sintam orientados a compartilhar a sua Presença de Luz.

Ajudar não significa ser um guia, que é outro rótulo que, como humanos, utilizamos para definir o que somente pode ser sentido. Ajudar quer dizer ser quem vocês são e fazer, o que forem orientados, ao próprio eu, primeiramente, e em seguida, os outros. Essa é a forma como podemos ajudar os outros, por nos tornar nosso Eu Verdadeiro e compartilhar a partir de um lugar de amor, compaixão e liberdade o que quer que a nossa alma deseje expressar. Tudo isso diz respeito ao Ser, quando incorporamos mais aspectos de nossa Essência anímica em nosso ser físico, criamos harmonia interna e externa, e, é então, que estamos prontos para ajudar aos outros também. Todos nos ajudamos mutuamente, independentemente do nosso papel na Criação. Somos todos iguais e seres importantes no Plano Divino. E é um momento perfeito, com o Sol nesse signo humanitário de ar, para refletir acerca do nosso papel singular e se podemos   fazer mais para estar a serviço.

No dia 23 de janeiro, Vênus, o planeta da abundância e do amor, entrará no signo de Terra, Capricórnio. Este mês não poderia ser um momento melhor para criar abundância, que é simplesmente uma frequência que mantemos internamente, outra forma de amor, de modo que possamos estabelecer sólidas estruturas em nossas vidas. É também um momento após todo esse tempo de autorretrospecção e avaliação, para manifestar novos companheiros anímicos, outros devem permanecer em nossa jornada, mas é a Lei que devemos                      acolher apenas para liberar depois, assim, podemos deixar que os outros entrem. Portanto, vocês têm um dom de tornar-se observadores eternos, e verem o que não podem apreciar a partir de um lugar de apegos humanos, quem esteja realmente em perfeita ressonância com vocês e quem já cumpriu a sua missão como seus companheiros. Basta manter e enviar para o Universo a vibração de quem vocês são, de quais são os desejos da sua alma, e as Forças do Universo, em seu infinito amor, vão ajudá-los como Um, para manifestar esses e tudo o que deve ser para auxiliar-nos em nossa jornada durante este Novo Ciclo.

Finalizamos este primeiro mês do ano, com uma lua cheia ígnea, a 3 graus de Leão, junto com Mercúrio em movimento direto, em 25 de janeiro. Temos agora a poderosa energia do ígneo Leão, ajudando-nos a manter a vibração de ação e movimento a partir de dentro para a nossa realidade externa novamente. Tivemos o nosso tempo para refletir acerca de todos os aspectos de nossos eus e de nossas vidas, durante este mês, e agora, terminamos com essa lua cheia um período de contemplação. Essa lua nos dará um impulso de energia para começar a agir e a ancorar todas as visões/revelações internas que tivemos durante este mês em nossas vidas, aproveitando todas as novas dádivas que criamos no invisível, enquanto mergulhávamos profundamente em nosso mundo interior. Desde o Natal, tem sido um período de viver internamente, principalmente para as almas em ascensão. Mas, como tudo diz respeito a criar um equilíbrio perfeito entre os dois mundos, agora o cosmo nos convida a acolher plenamente esse nosso outro aspecto terreno, que não é etéreo e dá a luz a todas as novas manifestações que já existiam em nosso domínio interior.

Desejo a todos um Novo Ciclo e um primeiro mês repleto de muitos milagres, alegria e amor, meus queridos.

Com Amor e Luz,

Natalia Alba.

Direitos Autorais:

Natalia Alba – http://www.starseedsoul.com/

Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s