AS EMOÇÕES NA NOVA ENERGIA-07/05/15

Deixe um comentário

(Maria Chambers)

As energias mudaram. Elas estão mais refinadas do que nunca. Vocês estão retendo mais luz do que jamais o fizeram. Mas vocês precisam intensificar mais agora e acreditar em suas capacidades de criadores, caso contrário, essas energias irão apenas refletir o lugar em que vocês estão. Se estiverem se sentindo inseguros e cheios de dúvidas, vocês continuarão vendo isso refletido em vocês até mesmo na nova energia. Mas não desanimem; essa é realmente uma boa notícia. O que está acontecendo agora é que há uma aceleração; o tempo entre a sua intenção e a manifestação é mais curto do que anteriormente. O que significa que vocês estão em um lugar de muito maior capacidade criadora do que antes. Sim, com certeza, vocês e eu estamos agora em um lugar de muito maior capacidade do que já estivemos antes. É importante realmente prestar atenção ao que estamos SENTINDO. Criar não é tanto pelo fato de se pensar em algo, mas de SENTI-LO. É a FREQUÊNCIA que vocês estão produzindo. Se criarem sentimentos de desespero ou desejar e esperar, e não passarem por esses sentimentos, e começarem a reconhecer que vocês possuem o controle sobre a sua vida e sobre suas criações, tudo o que vai acontecer é que esses sentimentos vão apenas se perpetuar.

PAREM, PAREM, PAREM, SENTIMENTOS!

Vamos falar um pouco sobre emoções. As pessoas não gostam de lidar com emoções ‘negativas’ e farão qualquer coisa para evitá-las. Eu me considero uma pessoa iluminada, e no entanto encontro-me às vezes querendo evitá-las, empurrando-as para debaixo do tapete. Mas, isso de fato não funciona. Realmente, elas voltam até com mais força e se manifestam em algum desequilíbrio corporal, ou mesmo em um acidente. Descobri que aceitá-las, não as julgar como não-espiritual e dar-lhes algum “espaço para respirar” começa a transformá-las. A dor de evitá-las é maior do que senti-las. Às vezes, as emoções não são nem mesmo nossas. Tendemos a absorver as energias alheias e pensar que são nossas… ou são velhas programações. Às vezes são apenas uma reação emocional que remonta à infância.

Qualquer que seja a sua origem, é importante honrar todos os nossos sentimento…TODOS ELES. Ou eles vão tentar, de modo mais severo, chamar a nossa atenção. O momento em que vocês envolvem os seu braços em torno dessas criancinhas assustadas, que estão apenas inseguras ou amedrontadas, e dizem-lhes que está tudo certo… elas se transformarão. E eu estou aqui para dizer-lhes, baseada em minha experiência, que se transformarão, de uma forma muito rápida, em uma frequência mais elevada. Realmente, se transformam! Por exemplo: o medo. O medo amiúde não está ancorado em nenhuma ameaça real. Talvez não haja realmente nada a temer. Todavia, o fato permanece, o sentimento está lá, é visceral. Possui vida própria… é orgânico. Precisa ser expresso, através do seu corpo, da sua voz ou de algo criativo. Vão em frente e expressem-no porque está aí e precisa ser sentido.

Às vezes, a emoção está tentando dizer-lhes algo… vocês estão ignorando as suas próprias necessidades? Se estiverem, o ressentimento vai surgir. Vocês estão raivosos, mas sentem medo da própria raiva? Então, muito provavelmente vocês ficarão deprimidos.

O BOM, O MAU E O FEIO

Os chamados sentimentos ‘negativos’, principalmente a raiva, fazem parte do ser humano… Nós, como trabalhadores da luz, estamos criando novos modelos para o que seja uma pessoa espiritual, e quando vocês pensam nisso, o tipo da pessoa espiritual que gostaríamos de imitar, e colocar em um pedestal, não se baseia na realidade. Até o próprio Jesus nos diria que não o estamos vendo conforme a pessoa que ele era: ele era um ser humano, bem como um ser espiritual. Ele foi conhecido por perder a paciência com outras pessoas. Devemos honrar o nosso eu humano tanto quanto o nosso eu divino. Acabaremos ficando menos frustrados, menos perdidos e menos irritados à medida que reconhecemos as nossas capacidades como deuses criadores; que somos soberanos e somos livres e temos controle sobre a nossa realidade. Enquanto isso, precisamos lidar com essas emoções incômodas… com compaixão, e mesmo com um senso de humor. Conforme admitimos essas novas energias, surge um equilíbrio entre o divino e o humano. Enquanto utilizamos essas novas energias, é uma questão de compreender que tudo é energia e não há bom ou mau, e que tudo está aqui para nos servir. Assim, quando estiverem lidando com as emoções, apenas se lembrem de que TUDO é bem vindo: “O bom, o mau e o feio”.

Vocês são seres incríveis de luz e amor e ESTA verdade vocês não devem esquecer jamais. Mas se lembrem também de que vocês são humanos. Honrem o seu eu humano. Vocês tropeçam, ficam tristes, perdem a paciência consigo mesmos e com os outros. Não, vocês não são santos, ou gurus, vocês são humanos divinos, humanos corajosos, aqui na nova energia, aprendendo como utilizar suas novas habilidades. Vocês não estão aqui para serem perfeitos. Além disso, a perfeição é um beco sem saída: uma vez que vocês cheguem lá, não há mais lugar para ir.

Brinquem com as novas energias… elas estão aqui para servi-los, deus criador!

Direitos Autorais:

Autora – Maria Chambers

Tradutora – Ivete Brito – adavai@me.comwww.adavaiwordpress.com

(Maria Chambers)

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s