A ESCOLHA – 25/04/14

Deixe um comentário

(Mensagem de Julie Redstone)

Amados, a escolha está sendo feita hoje, em muitos lugares, tanto individual, quanto coletivamente, na vida pessoal e no cenário mundial, seja para atuar a partir de um motivo do amor, ou a partir de um motivo do medo, o que leva a uma necessidade de assumir o controle.

No cenário mundial, podemos ver isto claramente em termos de liderança autocrática que se torna despótica para com aqueles que são governados, levando a uma diminuição das liberdades pessoais e a criação de um governo que está separado do povo.

No cenário da vida pessoal, esta escolha pode ser mais sutil, pois ela tem a ver com o fato de, na presença do conflito, do desconforto ou da dificuldade, a pessoa se tornar defensiva ou reativa, como se estivesse ameaçada, ou escolher acolher os outros como irmãos e irmãs de alma, aqui para explorar a sua própria divindade, como cada um é.

A escolha para o amor envolve o perdão de todos. Envolve a compreensão compassiva de todos e uma disposição para manter a inconsciência dos outros no bálsamo de cura do amor, e não no ambiente estéril do julgamento e da acusação. Cabe a cada um determinar como, quando e onde isto pode ser feito melhor.

Amados, a vida está se moldando cada vez mais para ressoar com estes motivos do amor e do medo, o amor que leva a um desejo de se unir aos outros e ajudar os outros, no sentido de uma vida compartilhada, e o medo que conduz à separação e à necessidade de se proteger como um motivo dominante.

Esta polarização é parte da transição que a Terra está passando e da transição que todos os seres que nela habitam estão passando, e é a consciência de cada indivíduo que permitirá uma maior união com as forças da luz e da unidade que podem criar um mundo novo e sagrado.

Nós lhes enviamos todas as bênçãos e a gratidão pelo seu desejo de estar presente aqui, neste momento mais sagrado da transição, pois o plano sagrado de Deus para todos os seres está se manifestando agora e continuará a fazê-lo, até que todos estejam unidos com o amor Divino.

Amados, a escolha está sendo feita hoje, em muitos lugares, tanto individual, quanto coletivamente, na vida pessoal e no cenário mundial, seja para atuar a partir de um motivo do amor, ou a partir de um motivo do medo, o que leva a uma necessidade de assumir o controle.

No cenário mundial, podemos ver isto claramente em termos de liderança autocrática que se torna despótica para com aqueles que são governados, levando a uma diminuição das liberdades pessoais e a criação de um governo que está separado do povo.

No cenário da vida pessoal, esta escolha pode ser mais sutil, pois ela tem a ver com o fato de, na presença do conflito, do desconforto ou da dificuldade, a pessoa se tornar defensiva ou reativa, como se estivesse ameaçada, ou escolher acolher os outros como irmãos e irmãs de alma, aqui para explorar a sua própria divindade, como cada um é.

A escolha para o amor envolve o perdão de todos. Envolve a compreensão compassiva de todos e uma disposição para manter a inconsciência dos outros no bálsamo de cura do amor, e não no ambiente estéril do julgamento e da acusação. Cabe a cada um determinar como, quando e onde isto pode ser feito melhor.

Amados, a vida está se moldando cada vez mais para ressoar com estes motivos do amor e do medo, o amor que leva a um desejo de se unir aos outros e ajudar os outros, no sentido de uma vida compartilhada, e o medo que conduz à separação e à necessidade de se proteger como um motivo dominante.

Esta polarização é parte da transição que a Terra está passando e da transição que todos os seres que nela habitam estão passando, e é a consciência de cada indivíduo que permitirá uma maior união com as forças da luz e da unidade que podem criar um mundo novo e sagrado.

Nós lhes enviamos todas as bênçãos e a gratidão pelo seu desejo de estar presente aqui, neste momento mais sagrado da transição, pois o plano sagrado de Deus para todos os seres está se manifestando agora e continuará a fazê-lo, até que todos estejam unidos com o amor Divino.

Direitos Autorais:

Site original: http://lightomega.org

Traduzido por Regina Drumond Chichorro – reginadrumond@yahoo.com.br

UM PÉ EM DOIS MUNDOS – 24/04/14

Deixe um comentário

(Mensagem de Jennifer Hoffman)

Como você esteve reagindo aos eventos de Abril até agora?

Não terminamos ainda, pois teremos o eclipse de 29 de Abril surgindo à frente, mas este será o último evento do mês, então estaremos em Maio. Será um pouco como uma mudança de casa, quando a agitação e o drama de empacotar e de mudar são concluídos e tudo tem que ser desempacotado e organizado.

Estamos liberando muita energia velha e ancorando nova energia ao mesmo tempo e dependendo do que você estiver liberando, que é a energia que você está mantendo e processando em dois níveis, para si mesmo e para a humanidade, pode parecer como se nada estivesse acontecendo (o que não é provável), ou como se você estivesse passando pela pior crise emocional que já experimentou.

Estive ouvindo muitos relatos de pessoas fazendo subitamente a transição, de suicídios, de relacionamentos que terminam de repente. Você pode também colocar um ponto final em uma situação, como eu fiz ontem, o que foi uma surpresa total, muito inesperada, mas também um grande alívio. Este é um dos efeitos desta energia e pode ser maravilhoso de uma maneira, mas muito desagradável de outra.

É difícil pensar que para alguns, estes momentos são um alívio maravilhoso e para outros, a dor que eles experimentam é tão profunda, que eles sentem que não têm outra escolha, que não seja terminar as suas vidas.

Estamos todos sob uma grande pressão agora, assim se sentir a necessidade de se aproximar e de se conectar com alguém, por favor, siga a sua orientação. Por outro lado, se precisar de ajuda, peça-a. Estes são não tempos fáceis e eles são temporários, assim não há necessidade de lutar sozinho.

Se já tivermos um pé em dois mundos, e enquanto liberamos a velha energia, estamos também criando a sua frequência mais elevada, nos paradigmas da nova terra. É provavelmente por isto que ganhamos alguns quilos extras nas últimas semanas, pois precisamos da ancoragem que nos dá a frustração e o aborrecimento com as nossas roupas que não nos ficam bem, para mantermos a nossa energia em nossos corpos físicos.

Através do nosso desejo de evitarmos a dor, há uma tendência para sair do corpo quando surgem estas emoções dolorosas, mas isto não é o que precisamos fazer. Precisamos deixá-las surgir e passar, com a intenção de criarmos a sua frequência superior, assim a tristeza se torna alegria, a raiva se torna perdão, a impotência se torna capacitação, o medo se torna confiança.

Se você estiver se lembrando de eventos dolorosos de vidas passadas, esta é a energia que está surgindo para liberação e transmutação. Não pare para se julgar ou criticar, para imaginar como poderia ter sido tão idiota, tão cego ou estúpido, muito incompetente, ou por que alguém foi tão desprezível para você.

Tome uma respiração e escolha a nova energia com que substituirá esta e a deixe passar.

Pergunte-se: “Quando estiver entrando em outra dimensão de ser, gostaria de levar esta energia comigo?”. E se assim não for, qual é a versão dela que você quer levar? Todos nós tivemos uma visão da ascensão para dimensões mais elevadas do ser e o que isto envolve. Parte deste processo está determinando o que queremos levar conosco, e o que queremos deixar na 3D.

Lembre-se de que estas energias não são complementares, elas não se misturam, sob qualquer condição, assim as nossas coisas da terceira dimensão têm que permanecer na 3D. Como diz o ditado: “O que acontece em Vegas, fica em Vegas”. Bem, o que acontece na 3D, permanece na 3D.

Nunca houve um melhor momento para se dar o encerramento, a liberação e a cura do passado agora, incluindo vidas passadas, Karma, traumas e todas as situações da vida que isto cria para você.

O que você quer liberar, não mais experienciar, não mais sentir ou com o que ser sobrecarregado (dica: tudo o que não serve ao seu desejo de amor, de alegria, de paz e de abundância em sua vida é um fardo?) É um momento perfeito para liberar estas coisas e o Eclipse Solar, em 29 de Abril, é um dia adequado para fazer uma liberação e uma cerimônia de perdão, concluindo o que você precisa.

Estamos nos movendo para a totalidade, para a unidade com nós mesmos e com a Fonte Divina ou Criador. Se a integridade significa que você pode entrar em novas dimensões de ser em um estado de amor, de paz, de alegria e de abundância, o quão íntegro você pode se permitir ser?

Este é também um momento para ser gentil com você mesmo, determinar intenções para a sua vida e se lembrar de como quer que seja a sua vida, quando as coisas ficam difíceis. Uma vez que você estabelece novas intenções para a sua vida, tudo o que está fora do alinhamento então virá para avaliação e revisão, significando que antes que você libere a energia, ser-lhe-á dada uma oportunidade para escolher algo diferente.

Não importa o que você escolha, não há certo ou errado, mas você tem que escolher entre manter a velha energia, ou permitir uma nova, que esteja alinhada com a sua intenção, para avançar. Lembre-se de que é um processo e passamos por ele, um passo de cada vez, da mesma maneira que respiramos, uma respiração de cada vez.

Algumas das energias que estamos liberando eram parte de nosso campo energético e matriz por muitas vidas, assim a liberação deve ser um pouco agridoce. Apenas fique focado no que quer em sua vida a seguir, e as suas escolhas não só serão óbvias, mas qualquer coisa que não esteja alinhada com elas, poderá até deslizar silenciosamente para fora de sua vida, por conta própria.

Direitos Autorais:

Site original: www.enlighteninglife.

Direitos reservados © 2004/2013 para Jennifer Hoffman. Todos os direitos são reservados. Todo o material desta página está protegido pela lei dos direitos internacionais dos Estados Unidos da América e não podem ser parcialmente o integralmente reproduzidos sem a permissão escrita e expressa da autora. Todas as reproduções autorizadas, parciais ou em cópias, por inteiro ou em parte, devem fazer referência ao nome da autora e ao website de Curas Uriel

Tradução de Regina Drumond Chichorro – reginamadrumond@yahoo.com.br