MENSAGENS GUIAS ANGÉLICOS

2 Comentários

(Canalizada por Taryn Crimi)

Hoje gostaríamos de focalizar sua atenção no assunto da comunicação.

Há muitos nesta época que têm grande dificuldade para comunicar suas verdadeiras crenças, pensamentos e sentimentos com aqueles que são mais íntimos também.

Muitos creem que para comunicar, eles precisam usar palavras.

Foi-lhes ensinado que para entender o outro, vocês precisam ouvir, mas realmente vocês devem sentir para entender.

Hoje é nossa intenção esclarecer mais este assunto e discutir alguns dos conceitos errôneos sobre como se pode comunicar.

O uso da linguagem com palavras é o convencional há milhares e milhares de anos no seu planeta, porém, saibam que este nem sempre foi o caso; nem é necessário para ocorrer comunicação.

Vocês podem observar o reino animal que não desenvolveu uma linguagem verbal como a sua, mas vocês podem observar um bando de pássaros alçando voo em sincronismo, peixes desviarem e manobrarem pela água como uma unidade, e elefantes que comunicam sua localização a outros a milhas de distância.

Muitos podem argumentar que os animais se comunicam por sons que são naturais a eles: e nós concordaremos que sim, os animais usam o som como uma forma de comunicação, mas o que estamos sugerindo é que sons vocais não são uma parte necessária da comunicação.

A comunicação é compartilhada pela energia, pela frequência.

Independentemente de vocês terem ou não intenção, todos os seres compartilham sua energia com os outros.

Os pensamentos que vocês têm criam uma vibração, uma frequência específica que então é percebida pelos outros ao seu redor.

É por isso que vocês também são capazes de detectar se alguém é genuíno e autêntico nas palavras que diz, vocês instintivamente captam os pensamentos e as vibrações que a outra pessoa está emitindo.

Quando as palavras e os pensamentos de uma pessoa não são compatíveis, vocês podem perceber.

Este processo complexo de tradução é todo feito subconscientemente.

Tal como vocês não precisam dar instruções específicas para seu coração a respeito de bombear o sangue pelo seu corpo, vocês não têm que saber conscientemente como traduzir a frequência do outro para sentir a energia dele.

Outro exemplo da sua capacidade de traduzir a energia é a comunicação que se dá entre humanos e animais.

Vocês não falam a mesma linguagem, mas há uma compreensão em comum entre um humano e seu animal de estimação.

Não é porque o animal aprendeu a sua linguagem, mas é porque os animais e humanos são igualmente capacitados na percepção e interpretação da energia ao seu redor.

Entretanto, porque os animais não se tornaram dependentes de uma linguagem verbal para se comunicar sua habilidade de interpretar o pensamento dos outros é muito mais precisa.

Quando enviamos informação à nossa mensageira, nós não estamos falando nenhuma língua em particular, mas nossa energia é traduzida para a língua inglesa.

Nós apenas estamos enviando energia e ela é traduzida pela glândula pineal no cérebro para a língua inglesa porque é essa a língua que nossa mensageira fala.

Mas é o centro do coração que é o responsável por perceber a energia dos outros.

A mente somente pode traduzir a energia para as palavras disponíveis que existem na mente consciente da pessoa; mas o coração pode “falar” todas as línguas.

É isto que todos vocês fazem quando se “comunicam” com outro ser.

Em muitos casos, dois humanos que não falam a mesma língua podem decifrar a mensagem geral que é “comunicada”.

Não porque eles entendem a língua em que é transmitida, mas porque as palavras não são o que realmente é utilizado para se comunicar.

É a energia que é transportada pelas palavras.

Vocês realmente não se comunicam com palavras, elas simplesmente são o recipiente que vocês usam para enviar e receber mensagens.

As palavras são simplesmente as portadoras da energia, elas não são a mensagem em si.

Isto é válido tanto para as palavras escritas como faladas: ambas simplesmente portam a energia.

As palavras dentro e fora delas são neutras: é somente a energia que vocês lhes dão que determina o significado por trás delas.

Nos reinos superiores não há necessidade de se falar uma língua.

Nossos pensamentos são compartilhados com os outros imediatamente.

Nós não escolhemos permanecer numa realidade física e, portanto, nós não temos uma voz física com que falar nem temos ouvidos físicos com que “ouvir”.

Nós percebemos nossa realidade na não fisicalidade.

Os cinco sentidos físicos são algo com que os humanos normalmente contam, mas quando voltarem aos reinos superiores acima da quinta dimensão, vocês não mais terão corpos físicos.

Sem o uso de uma linguagem falada, nós não experimentamos os mal-entendidos que ocorrem quando se confia demais numa linguagem falada para enviar nossa mensagem.

Os limites que existem numa linguagem falada impedem de transmitir totalmente o que o coração sente.

Muitas discussões em seu mundo resultam não necessariamente por causa de uma divergência de opiniões, mas sim do forte desejo de cada pessoa ser “ouvida” e entendida.

Quando todos puderem realmente entender todos os outros em seu planeta, vocês não experimentarão mais a “necessidade” de guerra em seu mundo.

Sua dependência de uma linguagem falada paulatinamente será substituída pela capacidade de outra vez se comunicar totalmente apenas pelos pensamentos.

Nós consideramos a linguagem falada muito restritiva, pois frequentemente não existem palavras disponíveis que adequadamente comunicarão a magnitude de algumas emoções.

A extensa intensidade e gama de emoções que vocês são capazes de experimentar em seu mundo não podem ser expressas por suas palavras, e sim, pela forte energia que vocês sentem e, portanto, emitem para os outros perceberem.

Por exemplo: as palavras não podem realmente descrever o amor que vocês sentem por seu filho; e sim, seu filho sente o amor que vocês têm por ele.

Os pensamentos são sentidos, não ouvidos.

A linguagem falada de muitas formas é limitante por essa mesma razão: é difícil transmitir totalmente seus verdadeiros sentimentos com palavras somente.

Nos reinos superiores, apesar de ainda existirem opiniões diferentes, vocês são capazes de entender totalmente a profundidade da opinião do outro e por que ele chegou a essa conclusão.

Nós vemos as diferenças de opinião como simplesmente outra forma de perceber a realidade que compartilhamos.

A opinião do outro não anula a validade de nossa perspectiva, ela somente adiciona a ela.

Quando vocês não dependerem mais de uma linguagem falada para se comunicar, vocês realmente se comunicarão uns com os outros muito mais do que vocês já se comunicaram.

Os humanos há muito tempo se reverenciam como sendo mais inteligentes do que os outros seres.

O desenvolvimento da linguagem falada e escrita é utilizado muitas vezes para fortalecer esse argumento; entretanto, ao desenvolverem e ficarem tão dependentes do uso da linguagem, vocês permitiram que sua capacidade natural de comunicação totalmente telepática se deteriorasse.

Os animais, apesar de muitos não terem desenvolvido uma linguagem, eles mantiveram sua capacidade inata de comunicar entre si sua emoção exata e seus pensamentos num instante.

Baleias, golfinhos, símios e elefantes são alguns dos animais que desenvolveram uma forma de linguagem vocal, mas ela nunca é uma necessidade para eles se comunicarem: e sim, ela é simplesmente uma preferência que eles podem utilizar se desejarem.

Cada ser humano nasce com a capacidade de comunicar completamente todos os seus pensamentos e sentimentos sem o uso de uma linguagem falada; tal como cada humano também nasce com a capacidade inata de perceber os pensamentos e sentimentos dos outros ao seu redor.

Esta capacidade normalmente não é cultivada e com o passar do tempo, com a introdução da linguagem falada de que todos então se tornam tão dependentes para todos os meios de comunicação, desvanece.

Mas saibam que ela nunca desaparece totalmente, ela simplesmente enfraquece porque não é utilizada.

Apesar de que poucos mantiveram a capacidade consciente de comunicação telepática em sua totalidade, todos vocês têm a capacidade de detectar a energia do outro ser

Uma pessoa não precisa falar para vocês perceberem que ela está nervosa, triste, feliz ou em paz.

Vocês são capazes de discernir a emoção geral do outro simplesmente por estar na presença dele.

Novamente chegará o tempo em que os humanos não “necessitarão” falar uns com os outros para transmitir seus pensamentos; e sim, apenas será uma preferência de que eles às vezes participarão, mas não será mais uma necessidade.

Enquanto vocês continuam a expandir sua consciência e recuperar suas capacidades que permaneceram dormentes em vocês, nós lhes pedimos para se lembrarem de que as palavras não são a mensagem: elas simplesmente são apenas o recipiente que é utilizado para levar a mensagem.

Ouvir é simplesmente escutar as palavras que alguém fala, mas para entender o outro, vocês precisam abrir seu coração.

É aí que repousa a verdadeira comunicação.

Esperamos que esta mensagem de algum modo lhes tenha servido.

No amor e na luz

Nós somos seus Guias Angélicos

http://angelicguides.wordpress.com/

Fonte: http://lightworkers.org/channeling/

Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com

 

MENSAGEM DE SAUL – 20/02/13

1 Comentário

(Canalizada por John Samallman)

A VIDA NA ILUSÃO É PRATICAMENTE SEM VIDA

A humanidade escolheu coletivamente despertar.

Claro, ela não poderia ter escolhido permanecer dormindo indefinidamente, porque dormir é um conceito ilusório que somente é possível na ilusão, mas ela poderia ter protelado mais a decisão de acordar.

Entretanto, assim que a decisão é tomada, não há possibilidade de revertê-la porque essa decisão iniciou o processo de despertar.

É um pouco parecido com subir a persiana numa manhã ensolarada, permitindo a luz do dia entrar e rapidamente desfazer a névoa do sono.

A total consciência exige sua atenção e ela a tem, enchendo-os com energia e entusiasmo pela maravilha da Vida e de tudo que a torna possível.

Ela é o maior de todos os presentes divinos que seu Pai lhes tem conferido, porque ela torna os outros significativos: sem Vida eles teriam permanecido desconhecidos e não apreciados.

A vida na ilusão é praticamente sem vida, e, consequentemente, a maioria dos presentes de seu Pai para vocês mal é percebida ou é praticamente ignorada.

Quando vocês despertarem, eles imediatamente estarão aí para serem aceitos e sua gratidão por eles desabrochará.

A vida, reengajada dentro da Realidade, lhes oferece perspectivas impressionantes do tipo que vocês atualmente não podem conceber porque o sentido limitado da vida e a consciência que agora vocês experimentam não têm ponto de referência que possa significantemente lhes insinuar a Realidade.

Vocês ainda precisam dar atenção à orientação que lhes é oferecida por aqueles dos reinos espirituais, aconselhando-os a se liberar das distrações dominadoras com que a ilusão se esforça para ludibriá-los, e então se focar no interior, onde vocês descobrirão a verdade de quem vocês realmente são.

Este é o passo principal na escada de seu despertar, então não hesitem mais: deem esse passo e experimentem a autoclareza nova com que ele lhes presenteia.

A autoclareza é uma importante abertura de sua consciência que ocorrerá quando vocês se desvincularem das distrações da ilusão.

Um tempo em silêncio e sozinho todo dia é o segredo para esta tarefa que a maioria de vocês achará muito difícil.

A ilusão distrai extremamente porque ela parece envolvê-los em todos os momentos enquanto que aqueles ao seu redor exigem sua atenção seja em casa, no trabalho, viajando ou durante os momentos de compromissos sociais.

Tirar um tempo, silenciosamente e sozinho, os libera temporariamente dessas distrações e os ajuda a aprender o não apego, uma habilidade muito útil e essencial na sua tarefa de desvinculação.

O não apego lhes permite observar a ilusão sem se engajar com ela.

Isto lhes traz paz, reduz seus níveis de estresse e possibilita vocês evitarem se envolver emocionalmente nas questões, preocupações e medos de outras pessoas.

Então vocês podem ouvir compassivamente quando necessário e isto possibilita que outros encontrem alguma paz interior, porque com a presença estável e receptiva que vocês lhes oferecem, eles não sentem mais uma necessidade de se defender ou de se esconder atrás de uma máscara de ataque que serve ao mesmo objetivo.

E dar voz às suas preocupações em segurança para um ouvinte compassivo os ajuda a obter alguma clareza nas questões que os estão inquietando ou perturbando.

Compartilhar seu amor e sua Luz deste modo ajuda os outros a se abrir para as energias amorosas que sempre estiveram aí para eles, mas de que eles estavam largamente inconscientes devido às intensas distrações que os cercam.

Vocês são os Portadores da Luz, os Mostradores do Caminho e aqueles que trazem a paz: e para cumprir essa tarefa, vocês devem encontrar sua própria paz interior.

Sem dúvida ainda haverá agitação de tempos em tempos quando as tensões que eles têm provocam explosões emocionais, mas o próprio fato de tirar um tempo diariamente para eliminar o estresse com toda certeza fortalece sua resolução de ser amoroso e pacífico em qualquer situação com que vocês possam estar lidando.

Ocasionalmente a sua própria sensação de estar sozinho cercado por outros que aparentemente estão inconscientes de quaisquer de seus aspectos espirituais, pode ser desanimadora para vocês.

Vocês sentem que se pudessem se comunicar com outro ser que pensa da mesma forma seria edificante, fortalecendo sua própria fé no Amor infinito de Deus por vocês.

Se vocês não conseguirem achar um humano com quem podem compartilhar suas ideias, suas ansiedades ou suas dúvidas, então se voltem para o interior para orientação.

Muitos permitem que a sensação de solidão os distraia de seu chamado espiritual, e eles procuram consolo juntando-se a outros em atividades sociais, mas isto só serve para afastá-los dela.

Resistam a essa tentação e interiorizem-se.

Persistam.

Ignorem as distrações da mente cética – “Não está funcionando” – “Não posso calar minha mente” – “Por que alguém dos reinos espirituais quereria me ajudar?” – e vocês encontrarão alguma paz e carinho sincero porque nós estamos aí, aguardando seu chamado com compaixão e compreensão.

Nós verdadeiramente queremos ajudar quando vocês se sentem tristes, deprimidos ou sozinhos.

Por favor, chamem.

Nós responderemos e vocês se sentirão confortados e apoiados.

Com muito amor, Saul.

Fonte: http://johnsmallman2.wordpress.com

Tradução: Blog SINTESE – http://blogsintese.blogspot.com/